Engenhos do RS reclamam de taxação do arroz

Agronegócio

Engenhos do RS reclamam de taxação do arroz

Lei que torna taxa obrigatória foi recebida com críticas pelas indústrias
Por: -Redação
1 acessos

A promulgação da lei nº 12.685/06 que torna obrigatória a taxa de Cooperação e Defesa da Orizicultura (CDO) para o arroz em casca importado pelo Rio Grande do Sul foi recebida com críticas pelas indústrias que compram dos países do Mercosul, beneficiam o produto e o vendem para outros estados.

O presidente do Sindarroz, Élio Coradini, afirmou que a entrada em vigor da legislação diminuirá a competitividade das indústrias gaúchas, que já enfrentam desvantagens tributárias em relação a outros estados como São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina. Sem dúvida, com uma tributação maior haverá impacto de preço. Já para a Cooperativa Agroindustrial Alegrete (Caal) a medida não terá impacto, tendo em vista que trabalha com cereal nacional.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink