Entidades assinam acordo para aumentar investimentos no setor agrícola

Agronegócio

Entidades assinam acordo para aumentar investimentos no setor agrícola

O acordo deve beneficiar um maior número de agricultores no Brasil a partir da qualificação de mão de obra, de mais acesso à assistência técnica e do aperfeiçoamento tecnológico
Por:
1037 acessos
Representantes do setor agrícola brasileiro e entidades ligadas ao ramo assinaram nesta quinta-feira (09-12) um acordo de cooperação técnica que deve beneficiar um maior número de agricultores no Brasil a partir da qualificação de mão de obra, de mais acesso à assistência técnica e do aperfeiçoamento tecnológico.

A assinatura do acordo faz parte de uma das ações da Semana da Agricultura Familiar. Esse compromisso está baseado na Lei 12.188, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em janeiro, que institui a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural para a Agricultura Familiar e Reforma Agrária.

De acordo com o presidente da Empresa Pública de Extensão Rural (Emater) na Bahia, Emerson Leal, o acordo é importante para que mais agricultores tenham mais acesso à assistência técnica e a incentivos tecnológicos.

“No estado da Bahia, nós como empresa pública só conseguimos atender 340 mil dos 665 mil agricultores familiares. Os novos editais públicos darão oportunidade para que as organizações não governamentais passem a prestar assistência técnica e viabilizar a evolução de todos os agricultores”, destacou.

Além assinatura do acordo o Ministério do Desenvolvimento Agrário divulgou um balanço das ações realizadas pela pasta nos últimos sete anos. Segundo estimativas de 2004 a 2010, a Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) capacitou nesse período 45 mil agentes técnicos com investimentos que chegaram a registar mais de R$ 78 milhões.

A capacitação dos agentes tiveram como foco planejamento, gestão e controle social, cooperativismo e comercialização, educação do campo, gênero e juventude em rede sociais.

Segundo o diretor do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural da Secretaria de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Argileu Martins da Silva, a parceria entre entidades agrícolas e universidades brasileiras beneficiará o agricultor brasileiro que fará uso de técnicas a partir de suas realidades, tornando o acesso à tecnologia mais latente.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink