Entram em vigor regras de gestação coletiva

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Pixabay
SUINOCULTURA

Entram em vigor regras de gestação coletiva

Baias individuais são suspensas e matrizes passam a contar com mais espaço
Por: -Eliza Maliszewski

O Brasil ocupa a quarta posição no ranking de produção de carne suína no mundo, com 3,88% da produção global. Entrou em vigor a normativa que prevê maior conforto nas granjas de suínos.

A nova regra estabelece a gestação coletiva. As matrizes passam a ter mais espaço, sem baias individuais, o que preserva a saúde dos animais e assegura mais bem-estar na produção, além de resultar em maior produtividade.

O prazo para adequação é de dez anos para novos projetos e até 2045 para granjas anteriores. Na gestação coletiva as fêmeas deixam as celas gestacionais no trigésimo quinto dia de gestação e passam a ficar juntas de forma a expressarem seu comportamento natural. Estudos mostram que a movimentação das matrizes na gestação também facilita o parto.

No país algumas granjas já adotam o modelo com bons resultados e índices zootécnicos. Durante o alojamento na maternidade, as gaiolas ainda são permitidas. A normativa também estabelece a área útil, considerando as diferenças entre matrizes e leitoas. Na baia coletiva, o mínimo de área útil é de 2 metros quadrados por matriz.

A Normativa 113 entrou em vigor em 1º de janeiro de 2021. “Essa normativa é um marco importante para alcançarmos essa modernização nas granjas, visando a transição dos sistemas de gaiolas individuais para a gestação coletiva, promovendo o enriquecimento ambiental e a substituição dos manejos que causam dor”, avalia a diretora técnica da ABCS, Charli Ludtke.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink