Epagri comemora 25 anos em bom momento do setor agropecuário

Agronegócio

Epagri comemora 25 anos em bom momento do setor agropecuário

O retorno social das tecnologias e ações da Epagri para Santa Catarina alcançou R$1,2 bilhão em 2015
Por:
1116 acessos

O retorno social das tecnologias e ações da Epagri para Santa Catarina alcançou R$1,2 bilhão em 2015

A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de SC (Epagri), empresa vinculada a Secretaria da Agricultura e da Pesca, completa 25 anos neste domingo (20) com muitos motivos para comemorar. O setor agropecuário vai bem e se mantém aquecido. De acordo com o Balanço Social da Empresa, o retorno social das tecnologias e ações da Epagri para Santa Catarina alcançou R$1,2 bilhão em 2015. Isso representa retorno de R$3,59 para cada real investido na Empresa. “O setor agropecuário e aquícola conseguiu prosperar e crescer, transpondo as barreiras do mercado e as adversidades do clima”, comemora o presidente, Luiz Ademir Hessmann.

Esses valores levam em conta benefícios econômicos, sociais e ambientais, calculados com base em 110 soluções tecnológicas produzidas e difundidas pela Epagri. Na lista estão novos cultivares, tecnologias e também ações de melhoria do setor produtivo. “O mais importante é que, por trás de gráficos e cifras, temos o esforço e a perseverança do homem do campo e do mar, que não se deixam abater pelas dificuldades e trabalham para fazer a sua parte, ajudando a construir um Estado cada vez melhor e mais competitivo”, destaca Hessmann.

Agricultura sustentável

A Empresa realiza mais de 120 mil atendimentos por ano com foco no desenvolvimento sustentável da agricultura, no apoio aos jovens do campo e ao empreendedorismo rural. “Somos uma instituição moderna, formada por gente inovadora e disposta a questionar os princípios estabelecidos, sempre em busca de maneiras de produzir mais, com maior rentabilidade e menos impacto para o meio ambiente”, diz o presidente.

O lançamento de diversos cultivares de arroz, maçã, cebola, tomate, batata, pêssego, alface, banana, entre outras culturas, é um bom exemplo de como a Epagri está atenta às necessidades do campo e da cidade. Só de arroz, a Epagri já lançou 29 cultivares, o que contribuiu para tornar Santa Catarina um dos principais polos de rizicultura do País. Aliada ao trabalho de pesquisa, a extensão se ocupa de levar ao agricultor familiar as tecnologias que impulsionam a produtividade, sempre preservando os recursos ambientais e garantindo que as novas gerações possam continuar vivendo da terra.

Graças à força desse trabalho, o Estado é hoje exemplo de modernidade no campo, sendo o quinto produtor de alimentos do Brasil, apesar de ocupar apenas 1,13% do território nacional. Santa Catarina é líder nacional na produção de cebola, maçã, suínos e moluscos. Também é o segundo maior produtor de arroz e frango do País e detém a segunda maior produtividade de banana. A produção de leite segue uma trajetória de crescimento constante, aumentando a taxas bem superiores à mundial e à brasileira. Grande parte desse resultado se deve ao trabalho de extensão e pesquisa rural e pesqueira desenvolvido nos últimos 25 anos.

História

A Epagri foi fundada no dia 20 de novembro de 1991 a partir de fusão de três empresas públicas: Associação de Crédito e Assistência Rural de Santa Catarina (Acaresc), Empresa Catarinense de Pesquisa Agropecuária (Empasc) e Associação de Crédito e Assistência Pesqueira de Santa Catarina (Acarpesc). Essa união colocou pesquisa e extensão rural e pesqueira num único órgão.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink