Epagri lança sistema orgânico de produção de tomate

COMEMORAÇÃO

Epagri lança sistema orgânico de produção de tomate

Na comparação com o sistema convencional, a adoção do Tomatorg reduz custos e aumenta o lucro líquido do produtor
Por:
808 acessos

Neste dia 20 de novembro a Epagri realiza uma grande festa na Capital para comemorar seus 28 anos de fundação e lançar o Tomatorg, sistema orgânico de produção de tomate que aumenta em quase três vezes o lucro do produtor, quando comparado com o cultivo convencional. O lançamento acontece no Centro de Treinamento da Empresa em Florianópolis (Cetre), a partir das 14h30min, com a presença do governador Carlos Moisés, da presidente da Epagri Edilene Steinwandter e do secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural Ricardo de Gouvêa.

O lançamento do Tomatorg integra o “Epagri de Porteira Aberta”, evento que acontece das 10h às 17h no Cetre para apresentar à população da capital um pouco do mundo rural. Estarão sendo demonstrados os trabalhos da Epagri com Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs), hortas sustentáveis, criação de abelhas sem ferrão, meteorologia, criação de moluscos e de peixes, entre outros.

Para além da parte técnica, o Epagri de Porteira Aberta pretende ser um evento festivo e lúdico, já que acontece justamente no dia em que a Empresa comemora 28 anos. Às 14h30min, na presença do governador, será partido o bolo comemorativo do aniversário, que será distribuído ao público presente. Também estão programadas feira de produtos direto do agricultor e vacinação contra sarampo e febre amarela.

Tomatorg

O Tomatorg é um sistema orgânico de produção de tomate desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI). O sistema discrimina todas as práticas culturais necessárias para a correta produção de tomates orgânicos no litoral Norte Catarinense, entre elas produção em abrigos, adubação com base em comporto orgânico, enxertia, uso de biofertilizantes e de agentes de controle biológico.

Estudo elaborado pela Epagri comprovou que, na comparação com o sistema convencional, a adoção do Tomatorg reduz custos e aumenta o lucro líquido do produtor. No experimento realizado ficou demonstrado que o custo de produção por planta pode cair de R$ 4,58 no sistema convencional para R$ 3,38 no Tomatorg. Como consequência, o lucro líquido do produtor que aderir ao sistema orgânico criado pela Epagri aumenta em 2,7 vezes.

Feira, vacinação e bolo

O Epagri de Porteira Aberta contará ainda com feira de produtos direto do agricultor. Os visitantes poderão comprar diretamente do produtor hortaliças e morango orgânicos, mel, farinha de mandioca, melado, açúcar mascavo, conservas, geleias, pão de milho, bolachas decoradas, salame e polpa de fruta congelada. Também estarão à venda artesanatos como crivo e crochê.

A Epagri firmou parceria com a Secretaria de Saúde de Florianópolis para oferecer vacinas contra sarampo e febre amarela ao público durante todo o dia. Às 14h30min acontece os parabéns, com bolo preparado por funcionárias da Epagri. O bolo será partido e distribuído entre os visitantes do evento.

28 anos da Epagri

O Epagri de Porteira Aberta faz parte do calendário de eventos programados para todo o Estado, onde a Epagri está realizando lançamento de tecnologias, seminários, Dias de Campo e outras atividades que representam os 28 anos de história da Empresa.

A Epagri foi fundada em 20 de novembro de 1991, com a fusão entre a Acaresc, até então responsável pela extensão rural, a Acarpesc, que respondia pela extensão pesqueira, e a Empasc, que fazia a pesquisa agropecuária. A essas entidades se uniram outras que formaram a Epagri.

O Estado catarinense foi o primeiro, e até hoje é um dos únicos, a reunir numa empresa os serviços de pesquisa agropecuária e extensão rural. A partir desse ato de ousadia e inovação se construiu uma história de sucesso. Hoje a Epagri é referência nacional e internacional em pesquisa e extensão rural.

Os cultivares de arroz, por exemplo, são utilizados em diversos países. O Sistema de Plantio Direto de Hortaliças (SPDH), criado e difundido pela extensão rural da Epagri, hoje é modelo de agricultura sustentável em nível nacional e internacional. Já existe maçã desenvolvida pela Epagri que pode ser produzida e vendida na União Europeia com royalties revertidos para Santa Catarina.

O sucesso da Epagri nesses 28 anos de existência se reflete na força do agronegócio catarinense. Santa Catarina é líder nacional na produção de maçãs, cebolas, moluscos e suínos, tem a segunda maior produtividade de arroz irrigado do país, é a quarta maior produtora de leite e de mel do Brasil, tudo isso ocupando apenas 1,1% do território nacional. Grande parte desse resultado se deve ao trabalho da Epagri, que com apoio e confiança dos agricultores, vem inovando para uma agricultura cada vez mais sustentável.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink