Epamig discute dispersão de pragas no 2° Workshop Internacional de Defesa Vegetal
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Pixabay

EVENTO

Epamig discute dispersão de pragas no 2° Workshop Internacional de Defesa Vegetal

Evento online ocorre entre os dias 18 e 20 de setembro
248 acessos

As plantas representam cerca de 80% dos alimentos ingeridos pelos seres humanos. Em Minas Gerais, estado com mais diversificação agrícola no Brasil, a Empresa de Pesquisa Agropecuária (Epamig) se preocupa com o manejo correto de insetos-praga e doenças nas lavouras. O Programa de Pesquisa em Agroecologia da empresa desenvolve tecnologias para controlar esses organismos indesejados sem perder de vista os custos de produção e a conservação do meio ambiente.

Discutir questões fitossanitárias é cada vez mais necessário. Não é à toa que a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) declarou 2020 como o Ano Internacional das Nações Unidas para a Saúde Vegetal (AISV). O objetivo da ação global é conscientizar a população da necessidade de cuidar da sanidade das plantas e, desse modo, reduzir a fome e proteger a natureza.

De olho nas discussões entre pesquisadores, profissionais da área e estudantes, a Epamig participa da organização do 2° Workshop Internacional de Defesa Vegetal. O evento online vai ocorrer entre os dias 18 e 20 de setembro com palestras, debates e mesas redondas sobre dispersão de pragas. Além disso, no dia 26 de setembro haverá minicursos para os participantes do workshop. As inscrições são gratuitas e a programação já está no site. Clique aqui.

O evento também contará com apresentações de trabalhos. Os participantes inscritos poderão submeter até duas propostas como primeiro autor nas áreas de defesa sanitária, defesa vegetal, entomologia, fitopatologia e plantas daninhas. O prazo para submissão termina no próximo domingo (13).

De acordo com o professor da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e coordenador geral do evento, Marcelo Picanço, as expectativas são as melhores. O professor conta que a segunda edição do evento já recebeu inscrições de mais de 15 países diferentes.

"O evento trará para a comunidade acadêmica a oportunidade de compartilhar trabalhos com colegas de outros países. Além disso, os inscritos poderão utilizar as palestras e cursos oferecidos como aporte de conhecimento teórico e prático. Os participantes poderão ainda debater com nossos convidados sobre como as iniciativas públicas e privadas convergem para agir no acompanhamento da dispersão de pragas ao redor do mundo", destaca Marcelo.

Duas pesquisadoras da Epamig estão na programação do 2° Workshop Internacional de Defesa Vegetal. Madelaine Venzon vai participar de um debate sobre a dispersão do bicudo em cultivos de algodão no mundo. Já a pesquisadora Wânia Neves vai discutir a dispersão de fitopatógenos em uma mesa redonda. O Diretor de Operações Técnicas da empresa, Trazilbo de Paula, estará presente na abertura do evento.

Epamig de mãos dadas com a defesa sanitária vegetal

O 2° Workshop Internacional de Defesa Vegetal é promovido pelo Programa de Mestrado Profissional em Defesa Sanitária Vegetal da UFV. O objetivo do curso é proporcionar a profissionais de agrárias fundamentações teóricas e reciclagem de conhecimentos na área.

A Epamig colabora com o curso de mestrado profissional desde o início, em 2011, com a participação de pesquisadoras como professoras e orientadoras. Segundo Madelaine Venzon, essa é uma excelente oportunidade de tornar a empresa conhecida para além das fronteiras do estado de Minas Gerais.

"O diferencial do mestrado profissional em Defesa Sanitária Vegetal da UFV é a aplicabilidade dos trabalhos desenvolvidos, e isso vem ao encontro dos anseios da Epamig. É uma satisfação inserir o controle biológico dentro da defesa sanitária vegetal e dialogar com pessoas do Brasil e do mundo inteiro", pontua Madelaine.

Além da Epamig e da UFV, participam da organização do 2° Workshop Internacional de Defesa Vegetal a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e o Instituto Federal Goiano. A Epamig é uma empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa).

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink