EPAMIG vai fornecer café para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais
CI
Imagem: Divulgação
AGRICULTURA

EPAMIG vai fornecer café para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Parceria entre a empresa de pesquisa e o órgão legislativo prevê fornecimento de café torrado e moído
Por:

Em 2022, os colaboradores e visitantes da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte, terão a oportunidade de degustar um legítimo café produzido com tecnologia mineira. A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) vai fornecer café torrado e moído para os preparos que serão servidos no gabinete da Presidência, 1ª Secretaria, cantina dos deputados, mesas de trabalho do Plenário, Diretorias e no Salão de Café, ponto de encontro que fica logo antes da entrada do Plenário.

O café que será fornecido pela EPAMIG é cultivado e processado no município de Machado, no Sul de Minas. A maior parte será do tipo Bronze, 100% arábica, com padrão de qualidade global 79. A empresa também vai fornecer pó de café do tipo Ouro, espresso, 100% arábica e com pontuação básica 84.

De acordo com o diretor de Infraestrutura da ALMG, Anderson Moratori, o número aproximado de pessoas que transitavam pela Assembleia antes da pandemia era de sete mil, o que incluía deputados, servidores, terceirizados e visitantes. Com as limitações impostas pela Covid-19, a circulação ficou restrita a deputados, servidores e terceirizados.

“No ano de 2019, foram consumidos, em média, 288 quilos de café por mês na ALMG. Com a chegada da pandemia, em 2020, e adoção de medidas de segurança sanitária, o consumo foi reduzido para 100 quilos por mês, em média”, afirma Anderson Moratori.

As cultivares de café desenvolvidas pela empresa de pesquisa mineira são premiadas nos principais concursos nacionais e internacionais. Segundo a presidente da EPAMIG, Nilda Soares, estar presente na ALMG configura uma ótima vitrine para os resultados de pesquisas da EPAMIG.

“Uma xícara com café produzido pela EPAMIG possui, além de altíssima qualidade, muita pesquisa e tecnologia. Nosso trabalho com café, realizado em 200 hectares distribuídos em dez Campos Experimentais, envolve 32 pesquisadores e laboratórios de qualidade para avaliação de genótipos e desenvolvimento de cultivares que produzam bebidas de qualidade e se apresentem cada vez mais resistentes a pragas e doenças”, destaca Nilda Soares.

O deputado estadual, Antonio Carlos Arantes, foi responsável por intermediar a parceria entre a EPAMIG e a ALMG. Para ele, café é uma questão de confiança, e tomar qualquer tipo é um risco. Por esse motivo, o deputado enfatiza a expertise da EPAMIG e celebra a parceria entre o órgão legislativo e a empresa de pesquisa.

“Na casa de todos os mineiros sempre tem um cafezinho de qualidade. Nada mais justo do que trazer o café da EPAMIG, produzido em Minas Gerais, com a expertise dos pesquisadores do nosso estado, para ser servido no "Salão do Café" da ALMG, que inclusive passou a ter esse nome graças a um projeto de minha autoria. Parabenizo a EPAMIG pelo grande trabalho que vem fazendo nas pesquisas e, claro, na produção do café”, afirma o deputado estadual, Antonio Carlos Arantes.

A EPAMIG é uma empresa vinculada à Secretaria deAgricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.