Equador descobre foco de febre aftosa em porcos
CI
Agronegócio

Equador descobre foco de febre aftosa em porcos

O novo foco foi descoberto na Província de Azuay em seis porcos
Por:

Pouco mais de uma semana depois de a Bolívia ter confirmado a descoberta da febre aftosa em seu gado, o Equador também confirmou o surgimento da doença. Assim como o Brasil, o Equador já havia suspendido as compras de carne da Bolívia para evitar que a doença chegasse ao país.

A descoberta da aftosa, no entanto, foi confirmada nesta terça-feira (06-02) à OIE (Organização Mundial de Saúde Animal). O último foco descoberto no país havia sido registrado em maio de 2006.

O novo foco foi descoberto na Província de Azuay em seis porcos. No total, a propriedade abriga 120 suínos, 26 bovinos e 10 caprinos. O país afirma que já tomou as medidas necessárias para evitar a doença possa contaminar outras propriedades.

No Brasil foram descobertos casos de febre aftosa em Mato Grosso do Sul e Paraná no final de 2005. No Paraná, a confirmação do foco da doença foi bastante polêmica e os últimos resultados de necropsia em animais abatidos por suspeita de aftosa indicam que eles, na verdade, não estavam contaminados com o vírus.

Já no Mato Grosso do Sul mais de 30 focos foram confirmados. O Ministério da Agricultura realizou o abate de animais e o isolamento das cidades em que foram descobertos focos. Apesar de alguns países já terem levantado o embargo à carne brasileira, as exportações até hoje ainda são prejudicadas pela doença.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink