ES: exportações de arábica têm maior volume no ano
CI
Imagem: Pixabay
CAFEICULTURA

ES: exportações de arábica têm maior volume no ano

No entanto no mês de outubro houve queda de 14% em relação a setembro
Por: -Eliza Maliszewski

As exportações de café pelo Espírito Santo no mês de outubro de 2021 sofreram queda de 14% em relação a setembro, totalizando 336 mil sacas exportadas. Foram exportadas 111 mil sacas de café arábica, 16% a mais que o mês de setembro, melhor volume mensal dessa espécie para o ano de 2021. A receita obtida com a exportação da espécie, em outubro, foi de mais de 22,6 milhões de dólares, 46% a mais que no mesmo mês de 2020.

O conilon, por sua vez, registrou mais de 200 mil sacas exportadas, volume 26% inferior ao mês de setembro. A receita obtida com a exportação da espécie, em outubro, acumulou mais de 22 milhões de dólares (mais de 38% inferior ao mesmo mês de 2020).

O solúvel, por sua vez, registrou uma queda de 3% em relação a setembro, registrando uma exportação de 25 mil sacas. A receita obtida com a exportação de solúvel em outubro foi de mais de 2,6 milhões de dólares, o que representa uma queda de 5% em relação a setembro.

Em relação a outubro do ano passado, as quedas foram de mais de 26% para o arábica, mais de 55% para o conilon e de 24% para o solúvel. No acumulado de 2021, foram exportadas, pelo porto de Vitória, mais de 4 milhões de sacas, o que representa 26% a menos que no mesmo período de 2020. Na decomposição por espécie, foram exportadas mais de 800 mil sacas de arábica (18% a menos do que o mesmo período de 2020), quase 2,9 milhões de sacas de conilon (30% a menos que o acumulado do ano passado) e mais de 310 mil sacas de solúvel. A receita obtida com as exportações de café pelo porto de Vitória em 2021 já soma mais de 415 milhões de dólares (o que representa uma queda de mais 10% em relação ao mesmo período do ano passado), sendo mais de 264 milhões de dólares referente ao conilon, mais de 115 milhões de dólares referente ao arábica e o restante proveniente da exportação de solúvel.

A queda nas exportações tem se dado em virtude de problemas logísticos, com os exportadores enfrentando falta de espaço nos navios porta-contêineres, em virtude de cancelamentos sucessivos.

Os países para os quais o Espírito Santo mais exportou café em 2021 pelo porto de Vitória foram: México, com mais de 647 mil sacas exportadas, praticamente todas de café conilon; Estados Unidos, com mais de 623 mil sacas, sendo quase 481 mil sacas de conilon, mais de 98 mil sacas de solúvel e o restante de arábica; Alemanha, com mais de 259 mil sacas, sendo quase 189 mil sacas de café conilon e o restante de arábica; Indonésia, com mais de 237,5 mil sacas, sendo mais de 190 mil delas de café solúvel e o restante de arábica; Turquia, com mais de 222 mil sacas exportadas, sendo mais de 214 mil delas de arábica; Colômbia, com mais de 217 mil sacas, sendo mais de 180 mil delas de café conilon, o que é um fator de destaque, uma vez que a Colômbia é um tradicional produtor de arábica; Argentina, com mais de 204 mil sacas; Espanha, com quase 200 mil sacas, praticamente todas de café conilon; Rússia, com mais de 177 mil sacas, sendo a maioria proveniente de café conilon e Argélia, com mais de 167 mil sacas, sendo quase 149 mil delas de café conilon.

* com informações do Centro do Comércio de Café de Vitória


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.