Escoamento da safra de soja movimenta armazém da Coapa em Pedro Afonso/TO

Agronegócio

Escoamento da safra de soja movimenta armazém da Coapa em Pedro Afonso/TO

Até esta segunda-feira, dia 09 de abril, a unidade já havia recebido 61.346 toneladas da oleaginosa
Por:
1802 acessos
Como já se tornou costume nesta época do ano é grande o movimento de caminhões no pátio da Unidade de Grãos da Coapa, em Pedro Afonso. Ao mesmo tempo em que o armazém recebe a Safra de soja 2011/2012 para beneficiamento, também acontece o escoamento da produção. Até esta segunda-feira, dia 09 de abril, a unidade já havia recebido 61.346 toneladas da oleaginosa, o equivalente a 95,85% das 64 mil toneladas previstas para serem recepcionadas neste ano.


Também havia sido registrada a expedição de 11.036 toneladas comercializadas antecipadamente pelos produtores através de contratos com as tradings responsáveis pela exportação do produto.

Os grãos são provenientes de fazendas de 84 produtores, sendo 32 associados da cooperativa e 54 não cooperados. Para atender o grande volume de soja que chega e sai diariamente do armazém, considerado o maior do Tocantins, quase 50 colaboradores trabalham ininterruptamente em três turnos. De Pedro Afonso os grãos seguem para os terminais da Valec em Colinas do Tocantins e Porto Franco (MA), de onde são transportados de trem para o Porto de Itaqui (MA). Depois a produção é enviada de navio para outros países, principalmente para a China grande consumidora da oleaginosa.


Segundo o gerente da Unidade de Grãos da Coapa, Vanderlei do Souza, o recebimento e escoamento da safra começaram ainda em fevereiro. A recepção deve seguir até o final deste mês de abril. Já expedição seguirá até o próximo mês de julho, quando o sojicultor que aguarda melhores preços para comercialização no mercado externo, deve vender o restante da produção.


“Apesar do grande movimento de caminhões, não tem havido tumulto, pois o sistema de expedição de cargas implantado pela Coapa, que envolve tecnologia de ponta e colaboradores capacitados, está funcionando satisfatoriamente”, explicou Vanderlei, lembrando ainda que o armazém já está pronto para receber o milho e o sorgo produzidos na Safrinha 2012.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink