Escócia confirma segundo caso de gripe aviária
CI
Imagem: Pixabay
SANIDADE

Escócia confirma segundo caso de gripe aviária

Autoridades de saúde animal identificaram um surto de gripe aviária H5N1 altamente patogênica em Fife
Por:

O governo escocês confirmou que um bando de cerca de 14.000 aves em uma instalação de criação em Levan, Fife, foi infectado com a gripe aviária H5N1 altamente patogênica. Todas as aves no local afetado estão sendo sacrificadas humanamente. Uma Zona de Proteção (PZ) de 3 km e uma Zona de Vigilância (SZ) de 10 km também foram colocadas ao redor das instalações infectadas para conter o risco de propagação de doenças.

De acordo com o governo uma série de medidas de controle está em vigor dentro das zonas, incluindo restrições à movimentação de ovos, aves, carcaças, cama de frango usada e esterco. O conselho de saúde pública continua sendo que o risco do vírus para a saúde humana é muito baixo.

Este é o segundo caso de gripe aviária confirmado na Escócia nos últimos meses. Em dezembro, o governo escocês identificou a gripe aviária altamente patogênica (H5N8) em um bando de pássaros na ilha de Sanday em Orkney.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink