Esmagadora vendida no MT
CI
Agronegócio

Esmagadora vendida no MT

Por:

A esmagadora de soja Encomind Agroindustrial S/A de Cuiabá, Mato Grosso, foi vendida para um grupo de três empresas: Manacá Armazéns Gerais e Administração, Máster Consultoria Tributária e Globalbank Consulting. A Manacá, do Grupo Rubi, de Osasco (SP), é de propriedade do empresário Reno Ferrari que, nos anos 80, era considerado um dos maiores exportadores de soja do País.

No ano passado, a Encomind faturou R$ 198 milhões. A projeção para este ano era de vendas de R$ 200 milhões em farelo e óleo de soja bruto.

O valor do negócio, fechado na manhã de 26 de junho, não foi revelado. A Manacá, a Máster e a Globalbank compraram 100% das ações ordinárias (ONs) da Encomind e 73,4% das preferenciais (PNs). Foram, respectivamente, 72,6 milhões de ONs e 73,7 milhões de PNs.

A fábrica tem capacidade para esmagar 900 toneladas de soja por dia. Os novos proprietários pretendem expandir o processamento em 33,4%, para 1,2 mil toneladas. Junto com a fábrica, foram adquiridos também armazéns com capacidade para estocar 36 toneladas de soja.

A maior parte da produção da fábrica era exportada para a Europa ou vendida no mercado interno. Nos últimos anos, a Encomind também vinha prestando serviços de esmagamento de soja para terceiros.

O Grupo Rubi ainda é dono da Destilaria de Álcool Ibaiti , localizado na cidade de Ibaiti, interior do Paraná, da Calcário Dianópolis (SP), e da Manacá Táxi Aéreo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.