Espanha enfrenta caso de Influenza Aviária do tipo H7N1
CI
Agronegócio

Espanha enfrenta caso de Influenza Aviária do tipo H7N1

Caso foi registrado em uma granja da Catalunha
Por:
Notificação transmitida à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) pelas autoridades sanitárias da Espanha dá conta do registro de um surto de Influenza Aviária em uma granja da Catalunha, província autônoma espanhola situada no nordeste do país (fronteira com França e Andorra; capital Barcelona).


Caracterizado como de baixa patogenicidade, o surto tem como causa vírus do tipo H7N1, espécie que tem sido detectada com relativa frequência em diversos países da União Europeia.

Entre 1999 e 2000, a presença desse subtipo foi observada na Itália onde, inclusive, implantou-se esquema de vacinação. Uma década depois (2009) quem registrou sua ocorrência foi a Espanha (Navarra). No ano seguinte, 2010, Holanda, Dinamarca e Alemanha faziam referência a ele. E, dois anos atrás (2011) o H7N1 ressurgiu na Itália, Alemanha e Holanda.


A atual ocorrência, na Catalunha, envolve um plantel de 12.358 reprodutoras, das quais 133 morreram em consequência da doença. O restante do plantel foi submetido a abate sanitário tão logo foi confirmado tratar-se da Influenza Aviária. 

Autoridades sanitárias da Catalunha informaram, ontem, que foram negativos os resultados de análises realizadas em explorações avícolas localizadas nas proximidades da granja afetada. E (diante do que vem ocorrendo com o H7N9 na China) procuraram deixar claro não existir nenhuma evidência de transmissão aos trabalhadores e veterinários que estiveram em contato com as aves afetadas ou, mesmo a qualquer outra pessoa. Consideram também que, por o vírus estar circunscrito a uma única granja, o surto parece estar totalmente controlado.


Mas isso não impediu que, ontem mesmo, o governo de Hong Kong embargasse a entrada em seu território de todo e qualquer produto avícola espanhol proveniente da Catalunha. Ou seja: a proibição também está circunscrita à área diretamente afetada. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.