PESQUISA

Especialistas criticam falta de 'foco' da Embrapa

Embrapa divulgou seus direcionamentos para pesquisas agrícolas até 2030
Por: -Leonardo Gottems
838 acessos

Especialistas da área de agricultura vem criticando algumas decisões da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Os quetionamentos surgiram depois da publicação de um documento em comemoração aos 45 anos da Embrapa, e dizem respeito às prioridades nos assuntos abordados pelo instituto em suas pesquisas.  

No documento em questão, a Embrapa sinaliza quais direcionamentos considera como principais para a agricultura até 2030. Pedro Camargo Neto, ex-presidente da Sociedade Rural Brasileira não concorda com o rumo tomado pela instituição e afirma que ela deveria se espelhar nas empresas multinacionais na hora de definir quais eixos seguir. "Elas [multinacionais] decidem seus rumos por variáveis atreladas ao lucro, e não ao interesse do Brasil. É exatamente o papel que deveria ter uma empresa pública de pesquisa como a Embrapa", comenta. 

De acordo com os especialistas, o Brasil está atrasado em relação às pesquisas que vem sendo feitas no exterior. De acordo com eles, a política da manutenção instaurada no País deveria ser substituída por alternativas focadas em tecnologia. "Nossos concorrentes estão no exterior e vemos os avanços lá fora na evolução da biotecnologia, da nanotecnologia, do big data. Não adianta falar só na melhoria de técnicas de manejo. Ou conseguimos acompanhar esse outro tipo de evolução, ou vamos para a decadência", declara. 

A Embrapa, por sua vez, não concedeu entrevista para falar sobre o caso, porém, em seu balanço social defendeu suas contribuições para o agronegócio. A empresa afirma que consegue um retorno de R$ 11,06 para cada real investido em seus estudos e citou ainda que criou alternativas como um bioinsumo que consegue fixar nitrogênio no solo, fazendo os agricultores economizarem R$ 42,3 bilhões em apenas uma safra. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink