Especialistas de biotecnologia florestal se reúnem em Porto Seguro

Agronegócio

Especialistas de biotecnologia florestal se reúnem em Porto Seguro

IUFRO Tree Biotechnology 2011 reúne mais de 300 especialistas de 41 países
Por: -Joana
1341 acessos
Evento inédito no Brasil, organizado pela Embrapa e Veracel Celulose, começou no dia 26 de junho e se estende até 02 de julho. Confiram as palestras desta segunda-feira (27/06).

Começou no domingo (26/06) no Centro de convenções do Ecoresort Arraial d`Ajuda, em Arraial d´Ajuda, distrito de Porto Seguro, BA, a conferência internacional IUFRO Tree Biotechnology 2011, a mais importante do mundo na área de biotecnologia florestal, promovida há mais de 20 anos pela União Internacional de Organizações de Pesquisa Florestal (IUFRO, sigla em inglês). É a primeira vez que o Brasil e a América Latina sediam o evento, que este ano reúne cerca de 350 especialistas de 41 países. A IUFRO 2011 está sendo organizada pela Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e a Veracel Celulose S.A. e se estende até o dia 02 de julho.

A solenidade de abertura, realizada no dia 26 de junho à noite, contou com a participação do Diretor-Executivo de Pesquisa & Desenvolvimento da Embrapa, Maurício Lopes, entre outras autoridades nacionais e internacionais.
A IUFRO é uma rede global não governamental sem fins lucrativos que reúne cientistas florestais de vários países para promover cooperação técnica e ampliar o conhecimento sobre aspectos econômicos, sociais e ecológicos relacionados a florestas e árvores. Este ano, a conferência terá como tema ”De genomas à integração e geração de resultados” e deverá contar com a participação de cerca de 500 pessoas, sendo 300 brasileiros e 200 de outros países.

Segundo o pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia e presidente da comissão organizadora do evento no Brasil, Dario Grattapaglia (FOTO), a realização da conferência IUFRO Tree Biotechnology 2011 converge para a internacionalização do Brasil e sua consolidação no contexto mundial da biotecnologia florestal. “É a primeira vez que esta conferência acontece na América Latina e a segunda no hemisfério sul, o que é uma oportunidade muito importante para o país aumentar a sua visibilidade no cenário internacional Aliado a isso, 2011 foi declarado pela Organização das Nações Unidas como o Ano Internacional das Florestas, o que ainda dá mais destaque ao evento, ressalta Grattapaglia”.

Palestras desta segunda-feira (27/06) começam com o professor francês Antoine Kremer

A programação de segunda-feira foi iniciada com a palestra do professor francês Antoine Kremer. O pesquisador é diretor da Unidade Comum de Investigação Biogeco (Biodiversidade, Genes & Comunidades), da Universidade de Bordeaux e coordenador da Rede Europeia "Evolução das árvores como guias da biodiversidade terrestre". As pesquisas de Kremer analisam a variação genética em termos quantitativos e suas características quanto ao nível genético. "Estou procurando quais são as correlações entre as características genotípicas, as características das plantas e as características genéticas. O objetivo é saber se existe uma correlação e a que nível esta relação é mantida em populações de plantas", disse.

Em seguida, o pesquisador americano Andrew Eckert, da Universidade da Califórnia, falou sobre a genômica populacional e a conservação das árvores da floresta. O pesquisador concentra seus estudos na genômica de adaptação dentro das populações naturais de plantas. "Meu trabalho estabeleceu que as assinaturas moleculares da seleção natural positiva são muitas vezes fortemente confundidas com padrões de estrutura populacionais neutros em árvores da floresta", afirmou.

Na terceira palestra da manhã desta segunda-feira, Rosane Garcia Collevatti, da Universidade Federal de Goiás, proferiu a palestra "Traçando a história sul-americana de savanas neotropicais e florestas sazonalmente secas: evidências de filogeografia comparativa". A pesquisadora atua com investigação sobre a filogeografia e genética populacional das populações de plantas no Cerrado brasileiro.
 
As informações são de assessoria de imprensa

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink