Espírito Santo já tem representantes para o Programa CNA Jovem nacional

Agronegócio

Espírito Santo já tem representantes para o Programa CNA Jovem nacional

O Espírito Santo já tem seus representantes para a etapa nacional do CNA Jovem.
Por:
909 acessos

O Espírito Santo já tem seus representantes para a etapa nacional do CNA Jovem. São eles: Leonardo Raasch Hell (Colatina), Maiara Pereira Santos (Santa Teresa) e Vinicius Maline (Jaguaré). Eles foram os vencedores da etapa estadual, que terminou no dia 19 de junho, após a realização de três encontros presenciais, totalizado 48 horas de programação.

O Programa criado pela Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), tem como objetivo identificar e capacitar novas lideranças, para impulsionar o agronegócio. Dezenas de jovens, todos com nível Superior e idade entre 22 e 30 anos, se inscreveram para participar da fase estadual, e, após avaliação individual, 20 deles foram selecionados para participar da etapa estadual, destes, além dos 3 vencedores, o programa contou com a participação de jovens de Afonso Cláudio, Alegre, Guarapari, Itaguaçu, Itarana, João Neiva, Muniz Freire, Santa Leopoldina, São Mateus e Rio Novo do Sul.

Na programação, aconteceram palestras com líderes do agronegócio capixaba, como a da superintendente do SENAR-ES, Letícia Toniato Simões, e do secretário da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado, Octaciano Neto. Também foi apresentado um módulo sobre as características de um Líder e outro de oratória.

Os três finalistas representarão o Espírito Santo nacionalmente. “É muito importante para a agropecuária brasileira, e em especial a capixaba, ter a força, o interesse e o envolvimento de novos líderes rurais. Os jovens que participaram da nossa etapa estadual e o Sistema FAES/SENAR/SINDICATOS RURAIS serão bem representados nacionalmente. Nossa equipe levará seus conhecimentos para outras partes do país e trará novas experiências para serem compartilhadas aqui”, disse Letícia.

Ganhadores

Os jovens Leonardo Raasch Hell, Maiara Pereira Santos e Vinicius Maline Tavares apresentaram planos de ação voltados para legislação, gestão financeira e econômica, e gestão sindical. Natural de Colatina e filho de produtor rural, o engenheiro agrônomo Leonardo Raasch Hell, 26 anos, apresentou o projeto “Gestão ambiental no agronegócio capixaba”, que pretende facilitar as informações de legislação para o produtor rural.

Segundo ele, é importante disseminar de forma simplificada as Leis no meio rural. “Meu objetivo é levar esclarecimentos acerca da legislação, por meio de um facilitador do SENAR-ES ou incluso no conteúdo dos treinamentos, contemplando diferentes culturas”, conta.

Maiara Pereira Santos, 23 anos, é médica Veterinária e especialista em Pecuária Leiteira. Exercendo suas atividades em Santa Teresa, a representante do estado é filha de técnico em agropecuária. Ela criou o plano “Desenvolvimento da gestão financeira e econômica eficiente das propriedades rurais”, no qual apostou na importância do controle da gestão financeira. “Espero colocar meu plano em prática e contribuir com o agronegócio capixaba. Uma boa gestão no campo representa economia no bolso do proprietário e crescimento da propriedade”, revela.

O administrador especializado em Gestão de Pessoas e técnico Administrativo do Sindicato Rural de Jaguaré, Vinicius Maline Tavares, 30 anos, apresentou o plano “Gestão Sindical”. Seu projeto engloba um sistema de administração sindical integrado com FAES e os Sindicatos Rurais, envolvendo controle de dados de associados e serviços financeiros, além de cadastro de prestação de contas e registros de atendimento interno. “É uma forma de organizar e facilitar as atividades e demandas dos Sindicatos, contribuindo para o trabalho eficiente que é disponibilizado aos produtores rurais”, afirma Tavares.

CNA Jovem Nacional

A etapa nacional do Programa acontecerá a partir de julho, em Brasília, com 81 jovens que mais se destacaram em seus estados. Nesta fase, serão quatro encontros presenciais, em que os participantes serão estimulados a construir suas trajetórias de liderança baseadas em uma das cinco dimensões: Sindical, Institucional, Política, Empreendedora e Acadêmica.

Depoimentos

“A legislação ainda é um item de preocupação e insegurança para os agricultores. Meu projeto visa mostrar que é possível acompanhar a legislação e seguir de forma correta no campo, sem sofrer punições. Com isso proponho ao SENAR, em meu método de trabalho, capacitar instrutores para que possam atender de forma mais ampliada as necessidades dos produtores rurais. O SENAR tem um grandioso papel de impulsionar o jovem para o agronegócio”.
Leonardo Raasch Hell, engenheiro agrônomo.

“Sempre acompanhei meu pai em feiras agropecuárias, mas não tinha um olhar técnico. Com minha formação desenvolvi um projeto voltado para auxiliar o produtor a ter controle na gestão financeira e desse modo ter mais economia. Espero colocar meu plano em prática e contribuir com o agronegócio capixaba”.
Maiara Pereira Santos, médica veterinária e especialista em Pecuária Leiteira.


“Identifico-me bastante com o tema liderança e vejo o que o agronegócio precisa renovar. Espero colocar o meu projeto em prática para que possa melhorar a gestão e os atendimentos aos associados, pois a ação vem de uma vivência das dificuldades dos Sindicatos Rurais”.
Vinicius Maline Tavares, administrador especializado em gestão de pessoas e técnico administrativo do SR de Jaguaré
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink