Estados participantes de inquérito receberão treinamentos
CI
Agronegócio

Estados participantes de inquérito receberão treinamentos

Técnicos executarão estudo que ampliaria a zona livre de aftosa
Por:
Técnicos de seis capitais serão qualificados para a execução do estudo que poderá ampliar a zona livre de aftosa

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) promoverá uma série de treinamentos nos seis estados – Alagoas, Ceará, Maranhão, Pará (parte centro-norte), Pernambuco e Piauí – que participam, atualmente, do inquérito soroepidemiológico com o objetivo de ampliação da área livre de febre aftosa com vacinação do Brasil.


Os encontros serão realizados paralelamente de 18 a 23 de junho, nas respectivas capitais. Nos dias 18 e 19, em Fortaleza (CE) e Belém (PA); dias 20 e 21, em Recife (PE) e São Luiz (MA); e nos dias 22 e 23, em Maceió (AL) e Teresina (PI).

Os treinamentos serão divididos em dois módulos. Na parte teórica, serão discutidos os procedimentos a serem adotados para realização do estudo nas propriedades selecionadas. Os técnicos receberão instruções sobre métodos de seleção aleatória de animais, coleta de sangue e de materiais para investigações complementares, além de esclarecimentos para acompanhamento clínico dos animais selecionados, preparo e envio de amostras para análises laboratoriais na rede oficial do Ministério da Agricultura.


Na parte prática, haverá a demonstração de procedimentos para coleta de amostras de soro sanguíneo e líquido esofágico faríngeo para as investigações necessárias ao longo do estudo. Os treinamentos serão coordenados pelas fiscais federais agropecuárias Bethyzabel de Araújo e Natércia Caporali Carlos, da Coordenação de Febre Aftosa (CFA).


“Essas reuniões têm o objetivo de padronizar os procedimentos de execução do inquérito em todos os estados sob avaliação”, explica Natércia.

Agenda dos treinamentos:
Dias 18 e 19/6 - Fortaleza (CE) e Belém (PA)
Dias 20 e 21/6 - Recife (PE) e São Luiz (MA)
Dias 22 e 23/6 - Maceió (AL) e Teresina (PI)

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink