Estande do agro leva serviços para população na 3ª edição do Mutirão do Governo de Goiás
CI
Imagem: Divulgação
EVENTO

Estande do agro leva serviços para população na 3ª edição do Mutirão do Governo de Goiás

Edição ofereceu no total 120 mil atendimentos para população da Região Sudoeste de Goiânia
Por:

A terceira edição do Mutirão do Governo de Goiás foi realizada nos últimos sábado (12) e domingo (13), no estacionamento do Portal Sul Shopping, na Região Sudoeste de Goiânia, com presença da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa), Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás), reunidos em um estande especialmente voltado para o segmento agropecuário goiano.

Assim como nas duas edições anteriores, as instituições levaram informações sobre programas e ações executados pelo Governo do Estado para fomentar a inclusão produtiva rural. Equipes tiraram dúvidas sobre o Agro é Social – gerando renda e transformando vidas, o Goiás Social, o Regulariza Campo, o Crédito Fundiário, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o Programa da Cerveja de Mandioca, o Mecaniza Campo, o Selo Arte, o Programa Estadual de Bioinsumos e outras iniciativas. 

Para o titular da Seapa, Tiago Mendonça, o Mutirão do Governo de Goiás é importante porque proporciona um momento de contato direto com a população, sobretudo a parcela mais carente. “Temos muito orgulho de cumprir esta missão dada pelo governador Ronaldo Caiado. A Seapa e os parceiros sempre mostram a importância do setor agropecuário e disponibilizam um leque de produtos e serviços gratuitos para a população”, declara.

A Emater, além dos profissionais para apresentar a entidade ao público e tirar dúvidas, contou com a demonstração de um sistema de aquaponia, estrutura que integra criação de peixes e produção de verduras. Simples e barata, a tecnologia é ideal para agricultores familiares ou para pessoas que queiram implantar a atividade no próprio quintal de casa.

“Nosso intuito é mostrar alternativas produtivas que cabem na realidade do produtor de pequeno porte ou até mesmo de quem quer apenas produzir seu próprio alimento”, explica a diretora de Gestão Integrada da Emater e presidente em substituição, Maria José Del Peloso, presente no evento. “É muito importante que a população possa conhecer de perto o trabalho da entidade”, acrescenta.

Parceiros

Para esta edição do Mutirão do Governo de Goiás, as demais jurisdicionadas à Seapa também levaram atendimento ao público. A Ceasa disponibilizou material informativo sobre o funcionamento da empresa e tirou dúvidas sobre como se tornar comerciante nas Centrais. Além de banners e flyers, a Agrodefesa contou com equipes para informar sobre normas, procedimentos e programas ligados à sanidade animal e vegetal. Nos totens Expresso, os interessados puderam ainda emitir licenças e outros documentos importantes para os agropecuaristas.

Outro parceiro, o Senar Goiás montou uma estrutura para a demonstração de sistema de hidroponia. Os técnicos da organização forneceram ainda informações sobre olericultura orgânica, ou seja, cultivo de hortas sem utilização de agrotóxicos, e sobre hidroponia, técnica de cultivo em estufas e sem o uso do solo.

Saiba mais

A terceira edição do Mutirão do Governo de Goiás representa a retomada do projeto que teve início no ano passado, em homenagem ao ex-prefeito de Goiânia e ex-governador Iris Rezende (1933-2021). 

A estrutura montada especialmente para o evento abriga órgãos estaduais e parceiros, como a Prefeitura de Goiânia, o Tribunal de Justiça (TJGO), o Ministério Público Estadual (MPGO) e a Defensoria Pública do Estado (DPE). Ali são oferecidos serviços variados, entre eles: emissão de documentos, realização de consultas e exames, oferta de vagas de emprego, corte de cabelo, inscrição em programas sociais, distribuição de benefícios, palestras e orientações. 

A primeira edição do Mutirão, na Região Noroeste de Goiânia, em novembro último, recebeu 55 mil pessoas e contabilizou 70 mil atendimentos. A segunda, em Aparecida de Goiânia, em dezembro, atraiu 65 mil pessoas e realizou 80 mil atendimentos. Já esta edição bateu a marca de 120 mil atendimentos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.