Estiagem em outros países ajuda a incrementar o mercado interno de SC

Agronegócio

Estiagem em outros países ajuda a incrementar o mercado interno de SC

O aumento no preço do leite se deve a fatores internos e externos, a estiagem em países de grande produção, abriu as portas do mercado europeu para produtores catarinenses
Por:
37 acessos

O aumento no preço do leite se deve a fatores internos e externos. Segundo o vice-presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados de Santa Catarina (Sindileite), Acari Menestrina, a estiagem em países de grande produção e preços competitivos, como Austrália e Nova Zelândia, abriu as portas do mercado europeu para produtores catarinenses.

Menestrina destacou ainda que, em Santa Catarina, houve uma queda de produção de 38% no primeiro semestre, devido a problemas nas pastagens, com o excesso de chuva. No entanto a previsão é de recuperar os 38% e ainda crescer 12% até o final do ano. A produção leiteira em Santa Catarina cresceu 56% entre 2000 e 2005, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para o engenheiro agrônomo da Epagri Tabajara Marcondes, o crescimento maior na produção de leite se deve ao fator de que muitos produtores que comercializavam informalmente ou utilizavam o leite nas propriedades, passaram a integrar o sistema industrial.

Entretanto, especialistas do setor alertam os agricultores para evitar um excesso de produção. O leite já chegou a R$ 2,50 nos supermercados de Blumenau, mas reduziu para valores abaixo de R$ 2,00.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink