Estoque elevado nos EUA reduz patamar da soja no Brasil

Soja

Estoque elevado nos EUA reduz patamar da soja no Brasil

Mesmo com a quebra na produção nacional, o estoque final nos Estados Unidos é estimado em volume recorde
Por:
334 acessos

Mesmo com a quebra na produção nacional, o estoque final nos Estados Unidos é estimado em volume recorde.

 Esse cenário pressionou os contratos futuros norte-americanos e também os prêmios de exportação no Brasil (devido à consequente menor competitividade externa) na maior parte do período, resultando em diminuição na paridade de exportação da soja nacional. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão esteve atrelada à depreciação do dólar frente ao Real.

Na sexta-feira, 15, porém, as cotações internacionais subiram, impulsionando os preços no Brasil. No mercado spot, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) fechou a R$ 78,73/saca de 60 kg na sexta, praticamente estável (+0.1%) frente ao do dia 8. No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná subiu ligeiro 0.2%, a R$ 73,38/sc no dia 15.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink