Estoque maior de milho reduz temor de escassez

Agronegócio

Estoque maior de milho reduz temor de escassez

Os estoques de grãos para ração subiram 17 milhões de tonelada
Por:
4 acessos

A expectativa de que o avanço da demanda por etanol pode afetar a oferta de alimentos foi parcialmente atenuada nessa quita-feira (12-07) com a divulgação do relatório do governo dos Estados Unidos. "Ninguém precisa se preocupar com a escassez de milho ou outros grãos; o principal indicador divulgado pelo Usda mostra que os estoques de grãos para ração subiram 17 milhões de toneladas", disse Paul Haugens, vice-presidente da Fimat USA.

Segundo o relatório do Usda, o estoque de milho nos EUA no final da safra 2007/08 será de mais de 1,5 bilhão de bushels. Isso representa um aumento de 33% sobre a estimativa de 1,137 bilhão de bushels de milho no fim da safra 2006/07.

O departamento estimou os estoques globais de grãos para ração para 2007/08 em 137 milhões de toneladas, acima dos estoques finais estimados para o ano 2006/07 (131 milhões de toneladas). "Mesmo no longo prazo, quando usinas de etanol realmente entrarem em atividade, não haverá falta de milho. Muitos dos acres do algodão e da soja serão transferidos para o milho, e a melhoria genética vai aumentar a produtividade", disse Chris Manns, presidente do Traders Group. A produção de milho nos EUA deve alcançar o recorde de 12,84 bilhões de bushels em 2007.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink