Estoques de algodão na China podem passar de 12,5 milhões de toneladas
CI
Agronegócio

Estoques de algodão na China podem passar de 12,5 milhões de toneladas

Em 2013, 11 milhões de toneladas da fibra foram armazenadas
Por:

Nos últimos anos a China elevou consideravelmente seu volume de compras, visando a suas necessidades de matéria-prima e valorização ao preço pago no algodão produzido internamente. 

Com isso, toda a pluma sem espaço no mercado produtivo foi estocada, elevando os estoques chineses para 11 milhões de t em 2013, com expectativa de 12,6 milhões de t em 2014, 60% dos estoques mundiais. Porém, tal situação chinesa coloca uma máscara no que realmente acontece no mundo. 

Conforme o boletim de Algodão divulgado pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), os estoques mundiais vêm sofrendo quedas consecutivas, com expectativa de mais queda pelos próximos quatro anos. Como exemplo, os estoques dos Estados Unidos têm projeção de cair aos menores níveis desde a safra 1990/91. 

Entretanto, o fato de que a produção mundial deve exceder ao consumo pelo quinto ano consecutivo, somado às novas políticas para frear o aumento dos estoques chineses, ainda traz expectativas pessimistas aos preços mundiais.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink