Estoques globais de milho diminuem com menor safra dos EUA
CI
Agronegócio

Estoques globais de milho diminuem com menor safra dos EUA

Os estoques globais devem cair em 11% ante o nível de 2011/12
Por:
WASHINGTON (Reuters) - Os estoques dos Estados Unidos e globais de milho serão mais apertados que o esperado em 2013 e, além disso, a seca reduziu a safra de trigo na Austrália, grande exportador, segundo estimativas do governo norte-americanos divulgadas nesta quinta-feira (11), estimulando aumentos nos preços futuros.

Foi a segunda vez em duas semanas que o Departamento de Agricultura norte-americano (USDA) surpreendeu os mercados com projeções de estoques mais baixas que o esperado. Desta vez, o USDA disse que a forte demanda levaria os estoques de soja e milho dos Estados Unidos aos menores níveis em 17 anos para o milho e em oito anos para a soja.

Os futuros do milho na bolsa de Chicago subiam quase 4,8 por cento após o relatório do USDA. A soja ganhava 2,18 por cento e o trigo subia mais de 2,7 por cento, por volta das 11h45 (horário de Brasília).

"Os números de estoques finais são tudo o que importa", disse Mike Zuzolo, da Global Commodity Analytics. "O centro da questão é que estamos ficando com ofertas apertadas e isso deve estimular os usuários finais a acelerarem o ritmo de compras de suas necessidades para o primeiro trimestre."

As estimativas do USDA para as safras de milho e soja dos Estados Unidos foram pouco acima do que traders haviam projetado, mas as estimativas de estoques finais 2012/13 foram menores que o previsto. Os estoques finais de milho, previstos em 619 milhões de bushels, devem ser suficientes para o abastecimento de três semanas. Isso seria uma relação de 5,5 por cento entre estoques e uso, quase esvaziando os canais de abastecimento.

A maior exportação dos EUA e o esmagamento doméstico devem impulsionar o uso de soja em 9 por cento ante a estimativa de setembro do USDA e limitar os estoques finais a 130 milhões de bushels, superando o impacto de maiores produtividades.

Os estoques globais de milho devem cair em 11 por cento ante o nível de 2011/12, para o menor total em seis anos, principalmente devido à seca que afetou a safra norte-americana. O USDA também reduziu sua estimativa para a safra da União Europeia em 2,6 por cento.

A seca vai reduzir a safra de trigo da Austrália para 23 milhões de toneladas, 12 por cento abaixo do projetado no mês passado, disse o USDA.

O clima adverso, incluindo secas de verão e geadas, reduziram mais 3 por cento da safra de trigo na Rússia, disse o órgão.

Com as exportações australianas em queda de 3 milhões de toneladas, o consumo de trigo vai cair no Vietnã e na Tailândia, disse o USDA.

Enquanto os estoques de soja dos Estados Unidos vão encolher, os estoques globais vão aumentar, impulsionados pelas grandes safras no Brasil e na Argentina.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink