Estratégias para Plano de Ação Bienal são temas do encontro Iberoamericano
CI
Agronegócio

Estratégias para Plano de Ação Bienal são temas do encontro Iberoamericano

Este documento servirá para nortear as políticas públicas do Brasil e de outras 11 nações
Por:
Representantes dos países integrantes do Programa Iberoamericano de Cooperação em Gestão Territorial (Proterritórios) se reuniram, nesta quarta-feira (18), para debater os eixos estratégicos que compõem o Plano de Ação Bienal 2012-2014. O documento final, com as propostas, será apreciado pelo comitê intergovernamental, nesta quinta-feira (19), durante o I Encontro Iberoamericano de Gestão Territorial, realizado em Brasília.


Este documento servirá para nortear as políticas públicas do Brasil e de outras 11 nações. O encontro é promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e o Programa Iberoamericano de Cooperação em gestão Territorial (Proterritórios).

A partir do exercício coletivo de identificação das experiências dos países integrantes do Proterritórios, os participantes analisaram as práticas e ponderaram o que deve ser feito para tornar a gestão territorial mais eficaz. A análise foi baseada nas políticas de ordenamento territorial, de ordenamento espacial, de desenvolvimento regional, local e rural.


Na avaliação do secretário de Desenvolvimento Territorial do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SDT/MDA), Jerônimo Rodrigues, compartilhar as práticas é fundamental para o desenvolvimento e a aplicação eficiente de uma política pública. “O intercâmbio das experiências nos permite compartilhar nossas políticas, que já são requisitadas por outros países e, ao mesmo tempo, nos permite adquirir conhecimento”, concluiu.

Com os eixos centrais definidos e o plano aprovado, o Proterritórios iniciará a construção das políticas específicas para cada área.

Iniciado na terça-feira (17), a cerimônia de abertura do encontro contou com a participação do ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence. Ele destacou os avanços obtidos pelas políticas de desenvolvimento dos territórios e afirmou ser preciso expandir as ações. “Ainda é preciso avançar muito mais por meio da integração das políticas públicas tendo como base o desenvolvimento territorial”, completou Florence.


O Proterritórios

Criado em 2008, o programa tem o objetivo de potencializar as ações de desenvolvimento rural e territorial articuladas pelo Brasil, Espanha, México, Colômbia, Guatemala, Peru, Bolívia, El Salvador, Chile, Costa Rica, Panamá e Argentina.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.