Estudantes concluem curso de inseminação artificial em AL

Agronegócio

Estudantes concluem curso de inseminação artificial em AL

Mais uma turma do curso de inseminação artificial em bovinos, promovido pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri) por meio do Programa Alagoas Mais Leite, concluiu a capacitação
Por: -Diego Barros
3451 acessos

Atividade foi realizada no Parque da Pecuária, em Maceió, para universitários de Medicina Veterinária

Mais uma turma do curso de inseminação artificial em bovinos, promovido pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri) por meio do Programa Alagoas Mais Leite, concluiu a capacitação. Os participantes receberam os certificados na manhã dessa sexta-feira (29-10), no Parque da Pecuária, em Maceió, onde o curso foi realizado ao longo da semana.

Ao contrário do que ocorre nas outras edições do curso, que geralmente é realizado no Parque de Exposições Mair Amaral, em Batalha, para agricultores familiares, desta vez a capacitação foi para universitários do curso de Medicina Veterinária.

Segundo o instrutor Rogério Madeiro, na sala de aula os alunos têm mais acesso à teoria, e agora tiveram a oportunidade praticar. É o caso da estudante Christine Mero. “É a primeira vez que pratico essa atividade com animais de grande porte. Valeu muito a pena, vai me engrandecer na vida profissional e na faculdade”, afirmou.

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seagri, Edson Maruta, o Programa Alagoas Mais Leite trabalha com quatro linhas de atuação: melhoria da genética dos animais; nutrição animal, com incentivo ao cultivo do sorgo e da palma forrageira; melhoria da qualidade do leite; e gestão da propriedade.

“As comunidades rurais cadastradas no programa também recebem infraestrutura, como tanques de resfriamento de leite, assistência técnica, botijão de nitrogênio para armazenamento de sêmen e capacitação para os agricultores, inclusive em inseminação artificial”, destacou Maruta.

Segundo ele, após a capacitação, o agricultor familiar vai poder fazer a inseminação em seus próprios animais e utilizar sêmen de touros de alta qualidade genética, para melhoria do rebanho e aumento da produtividade de leite dos animais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink