Estudo refuta ligação de câncer com defensivos

CONCLUSÕES

Estudo refuta ligação de câncer com defensivos

“O fato de que não houve diferença entre os agricultores que usam e aqueles que não usam pesticidas nunca foi abordado"
Por: -Leonardo Gottems
1014 acessos

A quantidade de evidências necessárias para sugerir um efeito carcinogênico dos pesticidas diminuiu constantemente. Essa é uma das conclusões de uma série de estudos realizados pelo Instituto Nacional Francês de Saúde e Pesquisa Médica (INSERM), de acordo com artigo publicado no portal geneticliteracyproject.org.

De acordo com os estudos, os argumentos que indicam a segurança dos pesticidas nunca conseguem ser refutados pelos cientistas, ao contrário daqueles que indicam o contrário. Isso porque, a maioria das pesquisas feitas para tentar comprovar a carcinogenicidade dos defensivos compara agricultores com agricultores, e nunca com o resto da sociedade. 

“O fato de que não houve diferença entre os agricultores que usam e aqueles que não usam pesticidas nunca foi abordado ou foi interpretado como demonstrando ‘contaminação’ do grupo livre de pesticidas, mas mais uma vez sem qualquer prova”, diz o texto. 

A hipótese inicial de que os pesticidas causam câncer nos agricultores é, de fato, uma hipótese científica, de acordo com os pesquisadores. No entanto, ele pode ser refutado ou validado, medindo a incidência de câncer entre os agricultores que usam pesticidas e comparando com o resto da população. “Mas vimos que essa hipótese tendeu mais para a refutação”, completa. 

Nesse cenário, as afirmações poderiam ser validadas ou refutadas “ao comparar a incidência de câncer em fazendeiros a de outras ocupações que envolvem atividade física moderada. Ou comparando a incidência de câncer em agricultores que usam pesticidas e agricultores que não usam nenhum. Como nenhuma dessas comparações foi feita até o momento, a irrefutabilidade dessa hipótese permanece inteiramente teórica”, conclui. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink