Etanol pode gerar US$ 10 bi na balança comercial, diz Fava Neves
CI
Agronegócio

Etanol pode gerar US$ 10 bi na balança comercial, diz Fava Neves

“O etanol pode se tornar o principal combustível nacional"
Por:
O governo brasileiro precisa de medidas mais arrojadas para não repetir em 2012 o prejuízo causado pela importação de etanol americano em 2011. No ano passado, a falta de etanol nacional demandou a importação de 1 bilhão de litros dos EUA, um investimento de US$ 1 bilhão de dólares. A afirmação é do engenheiro agrônomo e professor da USP, Marcos Fava Neves, durante o 6° Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul (Canasul), nesta terça-feira (23), em Dourados (MS).


“O etanol pode se tornar o principal combustível nacional sobrando petróleo e gasolina para exportar, caso o governo adote medidas e políticas de incentivo, tributárias e de investimento. Isso pode gerar US$ 10 bilhões na balança comercial”, calcula Fava Neves. Entre as principais medidas sugeridas está a isenção da cobrança de PIS e Cofins no etanol, a redução dos impostos sobre equipamentos nas usinas e agilidade na liberação de recursos do BNDES.


O anúncio feito pelo governo essa semana sobre o aumento da mistura de anidro na gasolina dos atuais 20% para 25%, a partir da metade de 2013, anima o setor. “A medida vai gerar demanda de 1 bilhão de litros de etanol, o que estimula a produção”, diz o engenheiro agrônomo. O desafio é, segundo Fava Neves, a instalação de novas usinas. “O governo federal demonstra insensibilidade social quando deixa de investir no setor sucroenergético. A instalação de 100 novas usinas geraria 100 mil novos empregos diretos, o que se traduziria em inclusão social mas não está sendo feito”, aponta.


O 6º Canasul segue até essa quarta (24), com oficinas, exposição e comercialização de produtos e serviços do setor industrial e agrícola sucroenergético. O evento é promovido pela Famasul, em parceria com a Associação dos Produtores de Bionergia do Estado (Biosul), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur) e a Prefeitura Municipal de Dourados.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink