Etanol sobe 4,2% em duas semanas
CI
Agronegócio

Etanol sobe 4,2% em duas semanas

16 postos foram analisados pela ANP na cidade
Por:
O litro do etanol nos postos de combustíveis de Divinópolis sofreu duas altas seguidas em março. A entressafra da cana-de-açúcar e a estiagem são apontadas com os principais motivos pela alta do álcool no município. Segundo a pesquisa mensal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural Biocombustíveis (ANP), o litro do etanol subiu 4,2%.

Dados colhidos em 8 de março apontaram que o combustível sofreu sua segunda alta consecutiva nas bombas. Foram analisados 16 estabelecimentos e a média de preço saiu de R$ 2,152 em 22 de fevereiro para R$ 2,210 em 1º de março, de acordo com a ANP. Já na análise da agência, em 8 de março o álcool voltou a assinalar alta em Divinópolis e passou para R$ 2,243. Com os dois aumentos seguidos, o consumidor está pagando 4,2% a mais pelo litro do combustível no município.

Em Belo Horizonte, o litro do etanol também subiu. De acordo com os números da ANP de janeiro a março, o álcool teve acréscimo de 3,3%.

Conforme o Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool no Estado de Minas Gerais (Siamig), o período de estiagem complicou a colheita. O verão seco influenciou e a moagem menor do que a do ano passado contribui para o preço do litro subir.

O setor sucroenergético revisou este mês a previsão de produção de cana-de-açúcar para este ano. No início da temporada, a expectativa de moagem era de 590 milhões de toneladas para a região Centro-Sul, onde se concentram os principais estados produtores. No momento, a estimativa está em 570 milhões de toneladas.

Preço

Os dados da ANP apontam que o preço do etanol no município pode ser encontrado no menor valor a R$ 2,099 a R$ 2,399, representando uma diferença de 14,29% entre um e outro estabelecimento.

Já na capital mineira, o litro do combustível é cotado no menor a R$ 1,944 e no maior, a R$ 2,449, em 84 postos de Belo Horizonte. Os preços do etanol devem se manter firmes por mais tempo neste ano. As cotações do biocombustível geralmente começam a ceder em meados de abril, com o início da safra de cana-de-açúcar no Centro-Sul, principal região produtora do país. Só que a estiagem das últimas semanas tende a atrasar o início da temporada 2014/15, já que os canaviais ainda estão longe do desenvolvimento ideal.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink