EUA censuram pesquisa sobre gripe aviária
CI
Agronegócio

EUA censuram pesquisa sobre gripe aviária

Por:
Washington - Cientistas do Centro Médico Universitário Erasmo de Rotterdã aceitaram publicar de forma parcial os resultados da pesquisa sobre a gripe aviária, censurada pelos EUA por medo de que seja usada para elaborar armas biológicas. "Os pesquisadores de Rotterdã têm dúvidas sobre a recomendação do conselho assessor para a biossegurança dos Estados Unidos, mas a respeitarão", assinalou o instituto.


O órgão americano recomendou que a revista Science não publique a metodologia usada pelos virologistas holandeses, porque poderia chegar a mãos terroristas e ser usada para fabricar armas biológicas.

Dirigida pelo virologista holandês Ron Fouchier, a pesquisa descobriu cinco mutações genéticas que o vírus H5N1 pode sofrer para contaminar as pessoas, o que poderia ter altos riscos para a saúde pública.

O objetivo do estudo, financiado pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, era obter a informação necessária para evitar uma possível pandemia originada por essa variação da gripe, que antes só era transmitida entre aves ou entre animais e pessoas.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.