EUA estuda importação de suínos
CI
Agronegócio

EUA estuda importação de suínos

O assunto ainda será alvo de discussão no Congresso americano
Por:

O presidente da Farsul, Carlos Sperotto, informou nesta terça-feira (13) que os Estados Unidos irão avaliar, em audiência pública, a liberação da importação de carne suína brasileira. De acordo com o dirigente, a reunião deve ocorrer nos próximos 30 dias. Segundo ele, após este debate, o assunto ainda será alvo de discussão no Congresso americano. "O USDA já deu sinalização positiva, e há receptividade para a questão", afirmou Sperotto. Conforme o dirigente os norte-americanos já haviam se comprometido em recente encontro, em Punta del Este (Uruguai), a avaliar a questão. "Estamos perfeitamente identificados com este encaminhamento, tanto na parte sanitária quanto de mercado", completou.

A informação foi revelada por Sperotto em visita ao RecSul, ontem, em Porto Alegre. O dirigente foi recebido pelo presidente do Grupo Record RS, Natal Furucho, e pela superintendente comercial Viviane Vasques, que também recepcionaram o superintendente do Senar-RS, Carlos Schütz e o diretor da Farsul Fernando Adauto. Entre os temas tratados estiveram possíveis parcerias durante a Expointer.

Na ocasião, Sperotto comentou a ação popular ajuizada pela presidente da CNA, Kátia Abreu, na Justiça Federal contra membros do Ministério Público Federal responsáveis pela campanha institucional Carne Legal. "Há uma boa chance de termos um resultado positivo."


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.