Evento avalia resultados do manejo integrado de pragas na última safra no RS
CI
Agronegócio

Evento avalia resultados do manejo integrado de pragas na última safra no RS

Encontro vai ocorrer nos dias 10 e 11 em Passo Fundo
Por:

Um encontro marcado para os dias 10 e 11 de junho vai reunir pesquisadores, assistência técnica e produtores em Passo Fundo, RS, para avaliar os resultados registrados nas Unidades de Referência Tecnológica de Manejo Integrado de Pragas na safra 2013/2014. As unidades que serviram para acompanhamento e manejo no controle de pragas foram instaladas em áreas de produtores de soja e milho. A promoção é da Emater/RS e da Embrapa.

A partir do alerta para o difícil controle da lagarta Helicoverpa armigera na última safra de verão, pesquisa e extensão uniram esforços para incentivar o produtor na adoção do Manejo Integrado de Pragas (MIP), prática que reúne diversas técnicas de controle, visando manter a população de pragas abaixo do nível de dano econômico nas lavouras. Uma das estratégias utilizadas foi a instalação de Unidades de Referência, isto é, áreas de lavouras comerciais de soja e milho, onde o controle de pragas foi efetuado exclusivamente através do MIP, com o acompanhamento de extensionistas.

Somente no Rio Grande do Sul, a Ascar-Emater/RS e a Embrapa Trigo conduziram mais de 100 Unidades de Referência. No Paraná, o acompanhamento foi realizado pela Emater/PR e Embrapa Soja, e no Mato Grosso pela Embrapa Agrosilvipastoril. As melhores experiências serão apresentadas no encontro, junto com o relato final da Caravana Embrapa para Ameaças Fitossanitárias.

O evento dos dias 10 e 11, no auditório da Embrapa Trigo, será restrito aos participantes do projeto, para análise preliminar dos resultados do controle com MIP. Deverão ser avaliados indicadores como custos do manejo, presença de pragas, redução no uso de defensivos, mão-de-obra, entre outros. O encontro também vai definir o planejamento das ações de MIP para a safra 2014. A publicação dos resultados está prevista para o final deste ano.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink