Evento em Pelotas/RS destacou a questão da higiene na produção de alimentos

Agronegócio

Evento em Pelotas/RS destacou a questão da higiene na produção de alimentos

Palestras reuniram especialistas no Simpósio de Qualidade de Arroz
Por: -Marianna Rebelatto
1738 acessos

Palestras reuniram especialistas no IV Simpósio Sul Brasileiro de Qualidade de Arroz

“Não basta ter uma excelente produção no campo se ela for perdida na armazenagem.” Este foi o recado de Irineu Lorini, da Associação Brasileira de Pós-Colheita (Abrapós), localizada na Embrapa Soja em Londrina (PR). Com foco em processos de pós-colheita, o IV Simpósio Sul Brasileiro de Qualidade de Arroz reuniu, na Faculdade de Agronomia da UFPel (Pelotas/RS), especialistas de diversos setores em suas palestras.

Na palestra “Controle fitossanitário na pós-colheita do arroz”, Lorini frisou a questão da higiene nos silos e armazéns. “Devemos cuidar da unidade armazenadora como se fosse a cozinha da nossa casa”, afirmou. Segundo ele, não é possível controlar pragas sem a higienização do ambiente.

Já Alberto Guilherme Waltzer, da Apaw Desinfestações, falou sobre o “Controle de pássaros e roedores no armazenamento e nas agroindústrias beneficiadoras de arroz”. Ele ressaltou que, antes de abater um pássaro, existem muitas outras maneiras de afugentá-lo, e lembrou de questões referentes a legislação sanitária e ambiental, que devem ser observadas.

A palestra “Secagem e manejo da temperatura no armazenamento de grãos”, com o professor Adílio Flauzino de Lacerda Filho, da Universidade Federal de Viçosa (MG), também destacou a questão da higiene no processo de armazenagem. “Temos que estar conscientes de que estamos produzindo alimentos”, disse.

Lacerda enfatizou, ainda, que é preciso considerar questões como as características dos grãos e as condições de temperatura para realizar o processo de secagem. O controle da umidade e da temperatura é fundamental para garantir a qualidade do produto, atenuando os seus distúrbios, controlando os fungos e buscando grãos uniformes. Para o professor, arroz e café são os grãos mais difíceis de secar.

O IV Simpósio Simpósio Sul Brasileiro de Qualidade de Arroz reuniu mais de 600 pessoas, entre profissionais e estudantes, entre os dias 8 e 10 de dezembro de 2010.

A jornalista viajou a convite da Cycloar.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink