Ex- Zona Tampão é reconhecida internacionalmente livre de aftosa

Agronegócio

Ex- Zona Tampão é reconhecida internacionalmente livre de aftosa

O anúncio foi feito na última quinta-feira, 26, durante a 79ª Assembléia Geral de Delegados da OIE, em Paris
Por:
1213 acessos
Tocantins dá mais um grande passo no agronegócio brasileiro, a partir de agora está unificado sanitariamente. A extinta Zona Tampão foi considerada pela OIE - Organização Mundial de Saúde Animal – livre de febre aftosa com vacinação. O anúncio foi feito na última quinta-feira, 26, durante a 79ª Assembléia Geral de Delegados da OIE, em Paris.
 
Isto significa o reconhecimento de um Sistema de Defesa Sanitária Animal consolidado. A área já era considerada nacionalmente livre da doença desde o dia 28 de dezembro de 2010, mas faltava a garantia internacional. Com a decisão, aumenta a comercialização do rebanho e conseqüentemente gera preços competitivos. “Este era um momento muito aguardado pelo agronegócio do Tocantins, a partir de agora temos um só status sanitário livre de febre aftosa com vacinação”, declarou o presidente da Adapec, Geraldino Ferreira Paz. “Esta é uma ótima notícia e importante para a valorização do nosso gado, que era negociado com “gambireiros”, mesmo sabendo que os animais eram saudáveis e cumprindo todas as determinações da Adapec”, declarou emocionado o criador de gado no município de Goiatins, José de Carvalho.
 
De acordo com o diretor de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, mesmo com o reconhecimento nacional desta área feito no final do ano passado, o preço da arroba do boi quase dobrou em alguns municípios e a comercialização deu um salto. “Agora, esperamos mais crescimento econômico que irá beneficiar toda a cadeia produtiva”, revela lembrando que antigamente os animais tinham que passar por sorologia, custeada pelos produtores rurais, além da quarentena. Rocha cita ainda que o reconhecimento internacional é resultado de 11 anos de trabalho, com intensificação da fiscalização de trânsito de animais nas barreiras fixas e volantes. Além disso, parcerias com o governo do Estado e o governo Federal, por meio da SFA – Superintendência Federal da Agricultura.
 
Além do Tocantins, a OIE também reconheceu internacionalmente livre de febre aftosa com vacinação as zonas de proteção da Bahia e Rondonia. Zona Tampão A Zona Tampão no Tocantins foi estabelecida em 2000 porque os municípios faziam fronteira com estados que têm satus sanitário inferior, a exemplo de Piauí e Maranhão. Os municípios que compunham a área eram: Barra do ouro, Campos Lindos, Goiatins, Lizarda, Mateiros, Recursolândia e São Felix do Tocantins. De acordo com dados da campanha de vacinação contra a febre aftosa em maio de 2010, a região conta com um rebanho estimado em 133.603 cabeças de gado, distribuídas em 2.267 propriedades rurais das 2.771 cadastradas. A média de cobertura vacinal foi de 99,53% dos animais imunizados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink