Expedição retorna a Mato Grosso para avaliar colheita

Rally da safra

Expedição retorna a Mato Grosso para avaliar colheita

Na região do médio norte e oeste de MT a avaliação é de uma safra com boas produtividades
Por:
43 acessos

O Rally da Safra 2018, maior levantamento da safra de grãos do País, volta a Mato Grosso nesta quinta-feira, para percorrer lavouras de soja na região sudeste do Estado. A Equipe 1 da expedição já avaliou as regiões médio norte e oeste, passando pelos municípios de Sinop, Sorriso, Cláudia, Feliz Natal, Ipiranga do Norte, Vera, Campo Novo do Parecis, Sapezal e Campos de Júlio, entre outros. Agora, o Rally volta ao Estado com a Equipe 3 para percorrer lavouras de Alto Araguaia, Rondonópolis, Primavera do Leste e Campo Verde, finalizando essa etapa em Cuiabá, no dia 3 de fevereiro. 

A equipe coletará informações sobre áreas de soja de ciclo precoce, além de promover rodadas com produtores e visitas com objetivo de coletar informações detalhadas sobre a safra e levantar as expectativas na região de Rondonópolis e Primavera do Leste. 

A expectativa pré Rally da Safra, a ser confirmada em campo, é de uma produção de 114,1 milhões de toneladas de soja em todo Brasil. Para o Mato Grosso, a produção é estimada em 31,1 milhões de toneladas, mantendo o mesmo volume da safra passada. Já a área plantada poderá crescer 2%, passando de 9,32 milhões de hectares no período 2016/17 para 9,52 milhões de hectares. 

Na região do médio norte e oeste do Estado, onde os técnicos já passaram, a avaliação é de uma safra com boas produtividades e lavouras com bom potencial de produção, segundo Fabio Meneghin, sócio-analista da Agroconsult, que percorreu a região na equipe 1. Como aponta, as lavouras estão muito boas e já em fase adiantada de colheita e a expectativa dos produtores é de uma produção na soja de ciclo precoce igual ou superior se comparada com o período anterior. 

Nesta 15ª edição do Rally serão 12 equipes em campo, das quais nove avaliarão as lavouras de soja até o mês de março. Outras três vão a campo entre maio e junho para verificar as áreas de milho segunda safra. O levantamento acontecerá em 500 municípios nos 13 principais estados produtores que correspondem a 95% da área de soja e 72% da área de milho: Mato Grosso, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Maranhão, Piauí e Tocantins. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink