Expedição Safra inicia ciclo 2010/2011
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)


Agronegócio

Expedição Safra inicia ciclo 2010/2011

Equipe de técnicos e jornalistas vai percorrer sete países e 12 estados brasileiros em busca de informações sobre a cadeia produtiva
Por: -Janice
2609 acessos
Equipe de técnicos e jornalistas vai percorrer sete países e 12 estados brasileiros em busca de informações sobre a cadeia produtiva do agronegócio

Uma equipe de jornalistas da Gazeta do Povo e técnicos de organizações agrícolas inicia nesta terça-feira, 19, a Expedição Safra 2010/2011 Gazeta do Povo/RPC. Este é o quinto ano que a expedição é realizada.

Dentro do conceito “Novo Ciclo da Expansão do Agronegócio no Mundo” e expedição tem como objetivo fazer um levantamento técnico-jornalístico para discutir a cadeia produtiva do setor, desde o plantio até a colheita, sob a temática da sustentabilidade.

“Hoje não há mais como aumentar as áreas de plantio de grãos no país. A necessidade é saber como plantar de maneira mais eficiente para aumentar a produtividade”, diz o coordenador da expedição e do Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo/RPC, Giovani Ferreira.

A equipe técnico-jornalística da Expedição Safra é composta por jornalistas, fotógrafos da Gazeta do Povo e técnicos da Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná), da Faep (Federação da Agricultura do Paraná) e da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras).

Este ano, pela primeira vez, a equipe vai percorrer a Europa. Jornalistas e técnicos vão passar pela Holanda, onde fica o Porto de Roterdã, principal porta de entrada de grãos da Europa; a Alemanha, terceiro centro comercial da União Europeia; e a França, maior produtor do continente.

“Toda produção do Brasil depende da força de consumo que vem da Europa. Nossa intenção é investigar o tipo e o tamanho da demanda de grãos no mundo para saber se bate com a produção brasileira e aumentar a competitividade do país no mercado mundial”, explica Ferreira.

O trabalho de campo será realizado também em doze estados brasileiros produtores de grãos, Paraguai, Argentina e Estados Unidos.

Brasil, a exemplo dos anos anteriores, a proposta é levantar estatísticas a partir da análise e discussão das principais variáveis para fazer uma projeção da safra 2010/11, com dados sobre área, produção e produtividade do país, por estado e região.

A expedição será realizada em duas fases. A primeira, nos meses outubro e novembro, percorre Estados Unidos e doze estados produtores de grãos no Brasil: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Na segunda fase, de fevereiro a março de 2011, a equipe refaz o circuito brasileiro para checar as projeções colhidas na primeira fase e parte para Argentina, Paraguai e Europa.

Na semana passada a equipe de técnicos e jornalistas percorreu a região do Corn Belt nos Estados Unidos para acompanhar a colheita no país.

Índice - As informações e amostragens levantadas pela equipe técnico-jornalística da Expedição Safra criaram o Indicador de Safra Gazeta do Povo/RPC. Trata-se de um novo número, que tem suas projeções baseadas nas mais diversas variáveis que influenciam a produção de grão. O indicador oferece à cadeia produtiva mais uma informação, com conteúdo analítico e conjuntural, que possa auxiliar na tomada de decisão.

Parceiros - A Expedição Safra conta com o apoio técnico da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar) e Federação da Agricultura do Paraná (Faep), além da Toyota. Os patrocinadores da atual edição são New Holland, pelo quarto ano consecutivo; Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR/Paraná), que apoia o trabalho há dois anos; e os estreantes Milenia Agrociência e Caixa Econômica Federal.

Histórico - No ciclo 2010/11, a Expedição Safra completa cinco anos na estrada. O trabalho começou na temporada 2006/07 apenas nos estados do Paraná e Mato Grosso e, ao longo dos últimos quatro anos, foi ampliando sua área de cobertura. A área de atuação, que até a edição anterior estava concentrada no lado da oferta (Américas do Sul e do Norte), segue agora para o lado da demanda, a começar pela Europa.

As informações são da assessoria de imprensa da Rede Paranaense de Comunicação – RPC.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink