Experiências de agricultores familiares é tema de seminário

Agronegócio

Experiências de agricultores familiares é tema de seminário

O objetivo é promover o intercâmbio de experiências entre as comunidades que atuam na produção, beneficiamento e comercialização desses três produtos, que têm origem no Cerrado
Por: -Giuliano
73 acessos

Começou nessa quinta-feira (26-07) e vai até sábado (28-07) o Seminário de Intercâmbio Tecnológico para Baru, Pequi e Babaçu, em Brasília (DF). O objetivo é promover o intercâmbio de experiências entre as comunidades que atuam na produção, beneficiamento e comercialização desses três produtos, que têm origem no Cerrado. O seminário é parte integrante das ações do convênio do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio das secretarias de Agricultura Familiar (SAF) e de Desenvolvimento Territorial (SDT).

Esse intercâmbio visa a melhoria do processo produtivo, do beneficiamento, da comercialização e da capacidade gerencial das organizações de agricultores familiares que praticam o manejo sustentável do Cerrado. Participam representantes de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Tocantins.

Segundo a técnica de produtos de biodiversidade da SAF/MDA, Divani de Souza, essa é uma oportunidade para que os agricultores se capacitem e possam inserir seus produtos nos mercados formais, informais e institucionais – neste último se enquadra o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

O convênio do ISPN com o MDA beneficia diretamente 650 agricultores familiares e, indiretamente, 1,2 mil pessoas dos estados de Goiás, Mato Grosso e Tocantins.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink