Expocece pretende movimentar R$ 600 mil

Agronegócio

Expocece pretende movimentar R$ 600 mil

A exposição de ovinos e caprinos será aberta hoje, busca investir para melhorar qualidade do setor produtivo
Por:
128 acessos

O Parque Valdir Couto Dinelly abre suas porteiras para a maior exposição de ovinos e caprinos do Ceará. Pelo menos 300 produtores, seis mil animais e um volume de negócios superior a R$ 600 mil devem movimentar o evento até o próximo domingo, dia 23. Até lá, aproximadamente 20 mil pessoas terão visitado a XXXII Expocece, como é conhecida feira promovida pela Associação de Criadores de Ovinos e Caprinos do Estado do Ceará (Acocece), realizada em Quixadá.

A abertura oficial está prevista para as 17h de hoje. Foram investidos quase R$ 300 mil na organização da maior feira setorial do Nordeste. Ao longo dos anos, a exposição tem reforçado economicamente a cadeia produtiva estadual. A cada edição, a feira fortalece o agronegócio da região. Para demonstrar o crescimento do potencial produtivo, os criadores pretendem fabricar o maior queijo de leite de cabra do Nordeste. O peso da peça ainda não foi divulgado.

De acordo com os organizadores, além da exposição, de concursos leiteiro e de raças, o espaço Aprisco, desenvolvido pelo Sebrae, realizará palestras, rodadas de negócios e desenvolverá consultorias tecnológicas sem qualquer custo.

O espaço também estará aberto para o artesanato da agricultura familiar. A programação diária será encerrada com festival gastronômico e apresentações culturais. No sábado, dia 22, haverá escolha da mais bela representante da Expocece, a Garota Berro.

Além do fortalecimento econômico, a tradicional feira tem quer aprimorar o processo produtivo. Mestre em reprodução e sanidade animal, o veterinário Cláudio Medeiros justifica que no Nordeste a maioria dos rebanhos de caprinos e ovinos é explorada em sistema extensivo, não sendo adotadas práticas adequadas de manejo alimentar, reprodutivo e sanitário. Estes aspectos têm contribuído para o baixo desenvolvimento e crescimento da atividade , a despeito da adaptabilidade dessas espécies à região e ao clima.

Investimento

Representando a Acocece, o especialista acrescenta a exploração de caprinos e ovinos no Nordeste como economicamente viável, se forem utilizadas tecnologias adequadas. A produção de ovinos e caprinos representa uma importante alternativa de oferta de carne, leite, pele e derivados. Neste sentido, é indispensável a participação e o comprometimento de todos os atores para articulação entre os elos da cadeia produtiva da ovinocaprinocultura.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink