Exponorte agropecuária termina amanhã/CE

Agronegócio

Exponorte agropecuária termina amanhã/CE

Por:
288 acessos
Sobral. Termina amanhã a 48ª Exposição Agropecuária e Industrial da Zona Norte (Exponorte), que este ano se despede definitivamente do Parque de Exposições Deputado Francisco de Almeida Monte, também conhecido como Saic. No local, segundo informou o governador Cid Gomes, será construído o Hospital Regional da Zona Norte, que já tem data prevista para o início das obras, agosto próximo.


Durante a semana, os freqüentadores que procuraram a programação noturna encontraram diversas opções como parque de diversões, rodeios, exposição de produtos agrícolas, além de muitos produtos da agricultura familiar, como feijão verde, milho, jerimum, mel, farinha e outros. Durante a noite também aconteceram os shows culturais.

Segundo o presidente da Associação dos Criadores da Zona Norte, Carlos Evanilson Oliveira, “Carlo do Calisto”, um dos organizadores da feira, os investimentos para linha de crédito foram garantidos por meio do Banco do Nordeste (BNB). “O BNB disponibilizou abertura de crédito na ordem de R$ 5 milhões para os agricultores que queriam negociar seu rebanhos”. Na manhã de ontem, houve julgamento de Caprinos e Ovinos e julgamento das raças Nerole, Indubrasil e Gir.


Amanhã não haverá show com banda no Parque de Exposições. O motivo é a programação dos 236 anos de Sobral que traz, a partir das 23 horas, a cantora Vanessa Camargo, na Boullevard do Arco.

O secretário de Agricultura e Pecuária de Sobral, Edson Frota, declarou que a Exponorte favorece a pecuária e considera como o grande potencial na região norte do Ceará. “Cerca de dez mil pessoas por dia visitaram o parque, o que demonstra a importância da feira para a região”, disse Frota.

Além do programa técnico e de negócios da feira, o grupo gestor organizou a parte cultural com shows de bandas de forró de vários Estado do Nordeste. Uma das novidades foi a apresentação de rodeios, leilões de animais de raça bovinas e stands voltados para o agronegócios e artesanato.


Uma casa de farinha também foi atrativo. Os negócios envolveram, além dos leilões e venda direta dos animais, comércio de máquinas, implementos agrícolas e veículos.

Cerca de 5 mil animais entraram no parque entre bovinos, ovinos e caprinos. Destaques para as galinhas caipiras e avestruzes. Todos os animais da feira passaram pela avaliação de um veterinário da Secretaria de Agricultura.

Mais informações:

Associação dos Criadores da Zona Norte
Avenida John Sanford, 3035 - Junco
(88) 3611.1308/ 3614.1063

Wilson Gomes
Colaborador

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink