Exportação de carne suína cresce 54,5%
CI
Imagem: Pixabay
NESTE ANO

Exportação de carne suína cresce 54,5%

Somente em agosto as exportações cresceram 89,2% em relação ao mesmo mês de 2019
Por: -Eliza Maliszewski

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgou os dados de exportações de suínos. Os números são bastante positivos e mostram o avanço da proteína no ano. Levando em consideração os produtos in natura e processados foram embarcadas 98,5 mil toneladas em agosto. Isto representa avanço de 89,2% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando seguiram para exportação 52 mil toneladas. A receita em dólar do setor também é positiva, com US$ 209,2 milhões, número que supera em 90,7% o saldo obtido no mesmo período de 2019.

No ano, entre janeiro e agosto, o desempenho também é positivo. Foram exportadas 678,3 mil toneladas, uma alta de 44,37% em relação ao ano passado. A receita de exportações totalizou US$ 1,488 bilhão, número 54,5% superior ao registrado no mesmo período de 2019, com US$ 963,2 milhões.

O destino que mais comprou segue sendo a Ásia. Só para a China foi observada alta de 168%, com 50,7 mil toneladas em agosto. Na sequência aparece Hong Kong com alta de 48% e o Vietnã com 9,5 mil toneladas. Na América o principal destino foi o Chile, com com 3,7 mil toneladas em agosto (+4%).

“A alta nas exportações é compensada com uma elevação prevista na produção interna de carne suína, mantendo em patamares estáveis a oferta para o mercado interno. As perspectivas positivas para o setor devem se manter nos próximos meses”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink