Exportação de carne suína do Brasil cai 25% após embargo da Ucrânia
CI
Agronegócio

Exportação de carne suína do Brasil cai 25% após embargo da Ucrânia

Abipecs avalia que as vendas externas poderão se recuperar no segundo semestre
Por:
SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de carne suína do Brasil caíram 25 por cento em abril, na comparação com o mesmo período de 2012, principalmente por conta de um embargo imposto ao produto brasileiro pela Ucrânia, que estava entre os principais importadores, informou nesta quinta-feira (16) a associação que representa os exportadores.


O Brasil embarcou 35.618 toneladas de carne suína no mês passado. A receita obtida com as exportações recuou 20,86 por cento, para 99 milhões de dólares no período, com o preço médio internacional do produto tendo aumentado 6 por cento em abril, para 2.782 dólares por tonelada.

"O fraco desempenho dos volumes exportados ainda é reflexo do fechamento do mercado ucraniano. Já nas receitas a queda foi menor, como consequência da recuperação dos preços médios de venda", disse o presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), Rui Vargas, em nota.


A Ucrânia anunciou em março a suspensão das importações do produto brasileiro, alegando a presença de uma bactéria.

No acumulado do ano até abril, as vendas externas de carne suína do Brasil somaram 156 mil toneladas, queda de 9 por cento na comparação com o primeiro quadrimestre de 2012. A receita no período foi de 417,36 milhões de dólares, queda de 5,27 por cento ante o mesmo período de 2012.

A associação avalia que as vendas externas poderão se recuperar no segundo semestre, tanto nos volumes como na receita, como tradicionalmente ocorre neste período do ano.

De janeiro a abril, considerando-se mercados importantes e tradicionais, houve aumento de vendas para a Argentina, de 9 por cento, e para a Rússia, de 39 por cento. As principais quedas ocorreram nos embarques para Cingapura, menos 10 por cento; para Hong Kong, queda de 19 por cento; e para a Ucrânia, redução de 32 por cento, frente ao mesmo período de 2012.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.