Exportação de soja bate recorde histórico no Porto de Paranaguá

Agronegócio

Exportação de soja bate recorde histórico no Porto de Paranaguá

No comparativo com abril de 2010, houve um aumento de 12% nas movimentações do produto
Por:
2307 acessos
A exportação de soja pelo porto de Paranaguá atingiu a marca de um milhão de toneladas no mês de abril. Desde 2004 o porto não registrava este volume de embarques do produto em um único mês. No comparativo com abril do ano passado, houve um aumento de 12% nas movimentações do produto.


Considerando o volume total de mercadorias, o Porto fechou o quadrimestre com aumento de 10% na movimentação geral. Considerando apenas os granéis (soja, milho, farelo de soja, trigo e açúcar), foram movimentados, até abril, 5,2 milhões de toneladas. O volume foi levemente inferior ao mesmo período do ano passado – quando foram movimentadas 5,3 milhões de toneladas de granéis – em razão da grande incidência de chuvas nos meses de fevereiro e março.

A expectativa da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina é de que a movimentação de granéis pelos portos paranaenses este ano seja entre 10% e 15% superior a registrada em 2010. No primeiro quadrimestre, considerando os produtos isoladamente, o trigo registrou aumento nas exportações em 13%. As exportações de milho foram 16% maiores no primeiro quadrimestre e o açúcar, 37% superior.


Do total da carga de granéis que chegam ao Porto, cerca de 70% vem de caminhão. A estrutura do Porto de Paranaguá é preparada para receber grandes volumes de caminhões no período de safra. No entanto, uma série de fatores este ano acabou contribuindo para a formação de filas. As chuvas em fevereiro e março atrasaram os embarques e o porto ainda está atendendo contratos relativos ao mês de março.

Paralelamente a isso, um dos terminais privados do Corredor de Exportação – com capacidade para 100 mil toneladas – está fechado por problemas alfandegários junto à Receita Federal. Com isso, a capacidade estática de armazenagem do Porto está prejudicada, contribuindo para formação de filas.


Receita – A receita cambial das exportações pelos portos de Paranaguá e Antonina, no primeiro quadrimestre deste ano, apresentou aumento de 13% em relação ao ano passado. As exportações somaram US$ 1,47 bilhão. Em 2010, no mesmo período, foi de US$ 1,3 bilhão.

O maior destaque foi a receita gerada pela exportação da soja: US$ 467,9 milhões. As exportações de congelados somaram receita de US$ 289,8 milhões e as de farelo de soja, US$ 265,5 milhões.

Importações – A receita gerada pelas importações pelos portos paranaenses também apresentaram alta no primeiro quadrimestre de 2011. O dólar baixo tem incentivado operações deste tipo e foi registrado mais de 100% de aumento na receita, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Até abril, foram US$ 1,28 bilhão, contra US$ 687,5 milhões no mesmo período do ano anterior.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink