Agronegócio

Exportação impulsiona Wolf Seeds

As sementes brasileiras para produção de pastagens conquistaram novos mercados neste ano
Por: -Cibelle Bouças
8 acessos
As sementes brasileiras para produção de pastagens conquistaram novos mercados neste ano. A Wolf Seeds do Brasil, empresa de capital holandês com sede em Ribeirão Preto (SP), encerra 2006 com um incremento de 85% nas exportações de sementes de forrageiras para pastagens, com um embarque de 4,55 mil toneladas.


De acordo com Adilson Cresta, diretor-geral da empresa, a expansão deve-se à ampliação dos mercados em que atua. Neste ano, a Wolf Seeds passou a exportar para mais dez países, e agora atende 45 países - a maioria deles da América do Sul e América Central. "As sementes produzidas no Brasil são de alta qualidade e vêm sendo reconhecidas pelos clientes internacionais", afirma Adilson Cresta.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink