RECORDE DE VOLUME

Exportações agrícolas dos EUA disparam

Nível de exportações foi o terceiro maior registrado na história em valor
Por: -Leonardo Gottems
337 acessos

As exportações agrícolas dos Estados Unidos no ano fiscal de 2017 chegaram a US$ 140,5 bilhões, chegando ao terceiro maior nível na história e US$ 10,9 bilhões a mais que o ano anterior. O anúncio dos dados foi feito pelo Secretário da Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, ontem (16.11). Ao contrário de outros setores da economia norte-americana, o setor agrícola registrou um superávit de US$ 21,3 bilhões ou 30% a mais que os US$ 16,6 bilhões registrados no ano passado.

“A agricultura dos Estados Unidos depende do comércio. É ótimo ver um aumento nas exportações e esperamos abrir mercados adicionais para construir mais sobre esse sucesso”, afirmou Perdue. “Eu sou o tipo de cara que produz e vende. Se os produtores americanos continuam produzindo, o USDA permanecerá ajudando a vender os produtos pelo mundo”.

A China finalizou o ano fiscal como principal cliente dos Estados Unidos com US$ 22 bilhões em envios, seguida pelo Canadá com US$ 20,4 bilhões, México com US$ 18,6 bilhões e Japão com US$ 11,8 bilhões, todos com ganhos. Outros países entre os dez maiores compradores estão União Europeia, Coreia do Sul, Hong Kong, Taiwan, Indonésia e Filipinas.

Em volume, as exportações de commodities a granel dos Estados Unidos chegaram a um recorde de 159 milhões de toneladas – 11% a mais que 2016. O aumento foi liderado pelas exportações de soja, que chegaram a um recorde de 60 milhões de toneladas. Os envios de milho, trigo e algodão também subiram, com o valor do algodão vendido disparando 70% para US$ 5,9 bilhões. As exportações de trigo subiram 21% em valor para US$ 6,2 bilhões e de milho crescendo 6% para US$ 9,7 bilhões.

Em vários outros também houve crescimento. As exportações de lácteos saltaram 17% para US$ 5,3 bilhões, de carne bovina subiram 16% para US$ 7,1 bilhões e de porco se incrementaram 14% para US$ 6,4 bilhões. Os produtos da horticultura também tiveram um aumento de envios de 3% para US$ 33,9 bilhões, liderado pelas exportações de árvores de nozes. Os envios de comida processada e bebidas tiveram um incremento de 2% para US$ 39,2 bilhões.

Sobre a renda agrícola dos Estados Unidos, as exportações têm uma participação de 20% do total, segundo dados do USDA.
 

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink