Exportações brasileiras de arroz se mantêm em alta
CI
Agronegócio

Exportações brasileiras de arroz se mantêm em alta

Brasil já exportou 702 mil toneladas de março a junho
Por:
Brasil já exportou 702 mil toneladas de março a junho

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) divulgou na segunda-feira passada os dados de exportação de arroz de junho, e os volumes mais uma vez foram considerados altamente positivos pela Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz). Segundo a fonte governamental, no mês de junho foram exportadas 145,2 mil toneladas de arroz, em base casca, pelo Brasil, contra a importação de 65,4 mil toneladas, principalmente do Mercosul.


A importação de junho representa praticamente a metade dos volumes de maio. No ano safra, já foram exportadas 702 mil toneladas de arroz em casca, considerados o quadrimestre março a junho/2012.

Ao longo de 2012, de janeiro a junho, já foram exportadas 1,03 milhão de toneladas, segundo o governo federal, contra volume de 640 mil toneladas no mesmo período, em 2011. As vendas externas são favoráveis no primeiro semestre para a balança comercial brasileira. O câmbio favorável às exportações, a fidelização de clientes, a qualidade do grão e a logística montada para o setor estão entre os fatores enumerados como referenciais para este desempenho do produto nacional no mercado mundial, explica o presidente da Federarroz, Renato Rocha.


No total, o Brasil importou 381,7 mil toneladas de arroz, em base casca, de março a junho de 2012, volume maior do que as 205,8 mil toneladas adquiridas no primeiro quadrimestre do ano comercial passado. De janeiro a junho o volume chega a 490,4 mil toneladas. O volume é quase 50% maior do que o importado no mesmo período em 2011, já que a alta do dólar também torna o mercado brasileiro mais atraente para o Mercosul.


A média do produto exportado, de março a junho, alcançou 175,5 t/mês, número superior ao ano passado, 174,1 t/mês. A persistir esta média a Federarroz acredita que as exportações brasileiras podem chegar a 2,1 milhão de toneladas em 2012/13. Por outro lado as importações poderão ter forte redução no presente ano safra, considerando o consenso existente entre parlamentares e Governo para a aprovação da MP 563, retornando a incidência de 9,25% de PIS/Cofins no produto importado, com validade já a partir de 1º agosto.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink