Exportações de café batem recorde
CI
Imagem: Pixabay
EM SETEMBRO

Exportações de café batem recorde

A liderança é puxada pelo arábica que respondeu por 74,8% e 2,8 milhões de sacas embarcadas
Por: -Eliza Maliszewski

Segundo o relatório mensal do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), as exportações de café do Brasil bateram recorde em setembro. É o maior volume já registrado para o mês. No total foram 3,8 milhões de sacas de 60kg exportadas, somando café verde, solúvel e torrado & moído, número que representou um crescimento de 8,6% se comparado com setembro de 2019. 

A liderança é puxada pelo arábica que respondeu por 74,8% e 2,8 milhões de sacas embarcadas. O conilon embarcou 672,5 mil sacas e teve participação de 17,7%. Já o solúvel fechou em 283,1 mil sacas de 60kg ou 7,5% de participação.

De janeiro a setembro deste ano já foram exportadas 30,5 milhões de sacas de 60kg, gerando uma receita de US$ 3,9 bilhões. Foram 23,8 milhões de sacas de arábica, 3,7 milhões de sacas de café e 3 milhões de sacas de café solúvel. 

No período os cinco principais destinos para o café brasileiro foram os Estados Unidos, que importaram 5,6 milhões de sacas de café, as quais correspondem a 18,5% do total vendido no período; depois vem a Alemanha, com 5,1 milhões de sacas importadas (16,9%); Bélgica, em terceiro, com 2,4 milhões de sacas (7,8%); Itália, na sequência, com 2,3 milhões de sacas (7,4%); e Japão, em quinta colocação, com 1,5 milhão de sacas (5,1%). 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink