Exportações de café têm alta de 19,7%
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)


Agronegócio

Exportações de café têm alta de 19,7%

Dados do Cecafé são referentes às vendas de setembro, que também apresentou aumento de 48,7% na receita
Por:
1594 acessos
Dados do Cecafé são referentes às vendas de setembro, que também apresentou aumento de 48,7% na receita

As exportações brasileiras de café no mês de setembro alcançaram um volume de 3.218.212 sacas, para uma receita de US$ 580.804 milhões. Os dados, divulgados esta semana pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), apontam variação positiva (19,7%) na quantidade do produto embarcado no mesmo mês em 2009 (2.688.160), com crescimento de 48,7% na receita (em setembro de 2009 foi de US$ 390.706 milhões).

Para Guilherme Braga, diretor geral da entidade, a receita cambial mostra o bom momento dos preços internacionais do café.

Conforme o levantamento do Cecafé, no gráfico mensal de Participação por Qualidade, o arábica responde por 86% das vendas do país, enquanto o solúvel por 10%, e o robusta por 4% das exportações.

Nos acumulado dos últimos doze meses, o Brasil exportou 30.842.097 sacas, para uma receita de US$ 4.897.050 bilhões.

Em relação aos mercados compradores, a Europa surge com 54% de participação da importação do produto brasileiro no período janeiro a setembro, enquanto América do Norte responde por 22%, a Ásia por 17%, e a América do Sul por 5%.

Na avaliação por países, os Estados Unidos lidera, com a aquisição de 4.491.766 sacas entre janeiro e setembro, seguido pela Alemanha, com 4.415.335, e a Itália, com 1.856.366. No quarto lugar está o Japão, com 1.575.293 sacas.

Nos principais portos de embarque o resultado foi o seguinte: Santos , com 17.026.494 sacas no período janeiro/setembro (74,4% do total), seguido de Vitória, com 2.978.601 sacas (13%), e o Rio de Janeiro, com 2.187.336 sacas (9,6%).

SAIBA MAIS

3.218.212 sacas é o volume de café exportado pelo País no mês de

setembro para uma receita de

US$ 580.804 milhões
O arábica responde por
86% das vendas, enquanto o
solúvel por 10%, e o
robusta por 4% das exportações
No acumulado dos últimos doze
meses, o Brasil exportou
30.842.097 sacas, para uma receita de
US$ 4.897.050 bilhões

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink