Exportações de carne bovina brasileira crescem 19%
CI
Agronegócio

Exportações de carne bovina brasileira crescem 19%

País negociou mais de 382 mil toneladas em 2014
Por:
A indústria de carne bovina brasileira manteve o ritmo acelerado de crescimento com que terminou o ano de 2013 e voltou a atingir números recordes no primeiro trimestre de 2014. Entre janeiro e março, foram negociadas mais de 382 mil toneladas de produtos, um volume 19% superior aos três primeiros meses de 2013. O faturamento cresceu 14,7%, subindo de US$ 1,440 bilhão em 2013 para US$ 1,652 bilhão neste ano.

Com um crescimento de quase 420% no volume de carne importada, o Irã foi um dos destaques positivos na balança comercial da carne bovina brasileira, comprando 35,3 mil toneladas de produtos brasileiros, com um faturamento de US$ 159,3 milhões. Também merecem destaque os resultados de Hong Kong, que registrou crescimento de 15,8% no total de carne adquirida, e Egito, que duplicou seus negócios com o Brasil nos três primeiros meses de 2014.

 
A carne in natura foi a categoria de produtos brasileiros mais desejada pelos importadores em todo o mundo, atingindo um faturamento de US$ 1,341 bilhão nos três primeiros meses de 2014, equivalente a um crescimento de 22,2% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Se considerado apenas o mês de março, os países asiáticos se destacaram, com altas taxas de crescimento de Hong Kong, Irã, Egito, Emirados Árabes e Líbano. No período, o Brasil exportou 110,9 mil toneladas de carne, com faturamento de US$ 482,7 milhões.
“Mesmo com o carnaval, que acabou reduzindo o número de dias úteis para a indústria da carne bovina brasileira, conseguimos registrar números satisfatórios para o mês de março”, afirma Antônio Jorge Camardelli, presidente da ABIEC - Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne. De olho na expansão dos negócios envolvendo a carne brasileira, a ABIEC desenvolveu uma ampla agenda de viagens para este primeiro semestre do ano, incluindo passagens recentes por Emirados Árabes, Espanha e Cingapura.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink