Exportações de carne suína atingem US$ 1 bilhão em agosto
CI
Agronegócio

Exportações de carne suína atingem US$ 1 bilhão em agosto

O mercado interno continua muito firme, sustentado pelo fortalecimento do poder aquisitivo e pela elevação do preço da carne bovina
Por: -Janice
Embora tenham apresentado uma queda em toneladas de quase 26% em agosto, em relação ao mesmo período do ano passado, as exportações brasileiras de carne suína continuam a indicar que, neste ano, os resultados serão superiores em volume e preço aos registrados em 2007. A queda de agosto "não preocupa, pois em 2007 a exportação foi muito expressiva", diz Pedro de Camargo Neto, presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (ABIPECS). Veja as estatísticas completas no arquivo anexo.


Outra informação positiva para o setor, segundo Camargo Neto, é que "o mercado interno continua muito firme, sustentado pelo fortalecimento do poder aquisitivo e pela elevação do preço da carne bovina. Alguns mercados externos, hoje, deixaram de ser atraentes em função do mercado interno. As empresas não apresentam estoques excedentes, pois as vendas para este período do ano vão muito bem. Também no campo, os suínos têm sido encaminhados prontamente para o abate, não existindo sobra de animais".


O Brasil exportou 48.082 toneladas em agosto, em relação a 64.923 t em agosto de 2007. Em valor, o resultado foi mais expressivo (US$ 148,39 milhões) do que naquele período do ano passado (US$ 122,33 milhões).
De janeiro a agosto, as exportações de carne suína totalizaram 374.875 t, uma variação de menos 4,23% em volume. O valor, entretanto, aumentou de US$ 759,75 milhões nos oito primeiros meses de 2007, para US$ 1,026 bilhão em igual período deste ano (elevação de quase 35%).


"Continuamos sustentando que as exportações em 2008 deverão superar em volume as do ano passado. Em renda, elas serão significativamente superiores, em virtude do maior preço médio", afirma Pedro de Camargo Neto.
Os principais destinos das exportações brasileiras de carne suína, em agosto, foram Rússia, Hong Kong, Ucrânia, Argentina e Cingapura.

Para a Rússia, o Brasil embarcou 164.407 toneladas de janeiro a agosto deste ano, uma queda de 10,72%. Em valor, entretanto, as vendas aumentaram quase 30% em relação a igual período de 2007.

No acumulado do ano, o Brasil aumentou as exportações de carne suína, em relação ao mesmo período do ano passado, a países como Armênia, Cabo Verde, Camarões, Congo e Costa do Marfim. As informações são da assessoria de imprensa da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína - ABIPECS.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.