Exportações de carne suína crescem 55,1% no primeiro semestre
CI
Imagem: Pixabay
SUÍNOS

Exportações de carne suína crescem 55,1% no primeiro semestre

Volume embarcado no período já é 38,4% maior que o registrado no primeiro semestre de 2019
Por:

As exportações de carne suína in natura somaram US$ 1.008,48 no primeiro semestre de 2020, registrando uma variação positiva de 55,1% quando comparado ao mesmo período de 2019. Em volume foram embarcadas 421.261,7 toneladas no período, com variação também positiva de 38,4%. Os dados são do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior E Serviços

O maior comprador da carne suína brasileira continua sendo a China que sozinha recebeu 57% de toda carne embarcada. Hong Kong recebeu 14 % dos embarques. Os envios para China já são 176,8% maiores na comparação com o mesmo período de 2019.

Entre os estados produtores o Santa Catarina segue como maior exportador, sendo responsável por 51,7% da carne exportada. De janeiro a junho o estado já soma US$ 521 milhões e registra uma variação positiva de 42,1%.

O Rio Grande do Sul foi o segundo maior exportador.  O estado foi responsável por 28,5% do total embarcado, somando US$ 288 milhões no período. Na sequência vem Paraná com 13,7% de participação, Mato Grosso com 2,75% e Minas Gerais com 1,73%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink