Exportações de carne suína embarcam 14 mil toneladas na segunda semana do mês

Suínos

Exportações de carne suína embarcam 14 mil toneladas na segunda semana do mês

Exportações de carne suína “in natura” fecharam a segunda semana de janeiro de 2019 com a 14 mil toneladas embarcadas,
Por:
111 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

As exportações de carne suína “in natura” fecharam a segunda semana de janeiro de 2019 com a 14 mil toneladas embarcadas, o que representa uma movimentação de US$ 27,9 milhões. Com cinco dias úteis a média diária ficou de  1,7 mil toneladas, uma queda de quase 27% em relação a média de dezembro e 15,4% menor que a média de janeiro de 2018.

O valor pago por tonelada foi ligeiramente maior, cerca de 0,7%, em comparação a dezembro, foram pagos US$ 1998,60 por tonelada ante US$ 1983,9 no mês anterior. Já em relação ao mesmo período de 2018 houve uma desvalorização de 7%, visto que o preço pago naquele período era US$ 2151,00.

Apesar dos números pouco positivos, a perspectiva para o decorrer deste ano é boa, avalia Maristela Martins, analista de mercado de suínos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP. "Depois de atravessar um 2018 desafiador, a aposta é de um cenário mais otimista, à espera de uma recuperação em 2019", aponta.

A perspectiva positiva, segundo ela, está pautada nos possíveis incrementos das exportações da carne suína principalmente a países asiáticos – onde a redução do rebanho em decorrência da Peste Suína Africana foi mais intensa – e, na redução dos custos de produção. "Especialmente devido a previsão de aumento na produção nacional de grãos", complementa.

Resultados gerais da balança comercial

Na segunda semana de janeiro de 2019, a balança comercial registrou superávit de US$ 1,766 bilhão, resultado de exportações no valor de US$ 5,406 bilhões e importações de US$ 3,640 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 9,224 bilhões e as importações, US$ 5,613 bilhões, com saldo positivo de US$ 3,611 bilhões.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink